Com grande jejum de gols, Jô procura ajudar com passes e marcação

Atacante atleticano está 15 partidas sem balançar as redes adversárias e recebe apoio dos companheiros

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Durante reapresentação na Cidade do Galo, Jô se diverte na academia
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Durante reapresentação na Cidade do Galo, Jô se diverte na academia

O jejum de 15 partidas seguidas sem marcar um gol incomoda Jô, é claro. Mas o atacante tenta driblar essa dificuldade ajudando a equipe com assistências e uma forte marcação no campo ofensivo. A força de vontade do avante é incentivada pelos companheiros, que esperam ver o artilheiro balançando redes novamente.

"Atacante tem que se movimentar, ajudar dando assistência, tem de procurar fazer o melhor para o grupo. Claro que me incomoda não fazer tantos gols, mas o mais legal é que estou ajudando o Atlético e, fazendo isso, os gols vão sair naturalmente", disse Jô à Fox Sports.

O camisa 7 mantém o discurso padrão, colocando o trabalho como primordial para continuar evoluindo e voltar a fazer gols.

"É continuar treinando bem, concentrando nas partidas, determinado que o gol vai sair normalmente. Nunca passei tanto tempo assim (sem fazer gols), mas todo jogador passa por essa fase, estou procurando ajudar minha equipe de outra maneira", completou.

O próximo desafio de Jô para acabar com sua maré de azar será diante do Coritiba, às 16h deste domingo, em solo adversário.

Leia tudo sobre: atleticogalojojejumgols