Anitta rompe com empresários e pretende gerenciar sua própria carreira

As notícias dão conta de que as cláusulas contratuais foram quebradas, incluindo pendências financeiras e má administração da carreira da funkeira

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Rede Globo/Divulgação
undefined

A cantora do Anitta, está envolvida em mais uma polêmica. Ela que teve sua carreira gerenciada por Kamilla Fialho desde que estourou nas rádios com o sucesso 'Show das Poderosas', não faz mais parte da empresa K2L.

As informações são do colunista Léo Dias, do Jornal O Dia.

De acordo com a coluna, a empresa recebeu na última quinta-feira, 26, pela manhã, uma notificação acusando o rompimento de uma das cláusulas contratuais.

Kamilla Fialho foi localizada na Califórnia, nos Estados Unidos, quando soube da informação. "Estou voltando para o Brasil neste exato momento, estou assustadíssima, sem entender absolutamente nada. Anitta até ontem (quarta-feira) estava mandando vídeos dela na Disney para um grupo que tem eu, ela, Rafael Brahma e Juliana Mendes (empresários). Falávamos sobre reunião do próximo clipe, música subindo, mantendo as outras, dois novos contratos fechados, licenciamento, enfim...Vida mais que normal".

As notícias dão conta de que as cláusulas contratuais foram quebradas, incluindo pendências financeiras e má administração da carreira da funkeira.

As acusações feitas pela cantora foram negadas pela gerenciadora. "São totalmente infundadas, é tudo muito fácil de provar".

A assessoria de imprensa da Anitta não quis se manifestar e informou que enviará comunicado para a imprensa em breve.

Leia tudo sobre: AnittaContratocanceladoindependentefunkeira