Uruguaios já podem se cadastrar para cultivar maconha em casa

A autorização de cultivo de cannabis também pode ser feita por estrangeiros com residência permanente no país

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Maioria é a favor da liberação da maconha para uso medicinal
Netun Lima 03/08/2004
Maioria é a favor da liberação da maconha para uso medicinal

O governo uruguaio iniciou na última quarta-feira (27), o cadastro dos usuários que querem plantar sua própria maconha para fumar. A autorização de cultivo de cannabis também pode ser feita por estrangeiros com residência permanente no país.

De acordo com o jornal "El País", ao menos dez pessoas buscaram o Instituto de Regulação e Controle de Cannabis (Ircca) no primeiro dia para se cadastrar. O órgão ainda não divulgou os números oficiais da procura.

Um uruguaio que procurou o Ircca para obter a licença de plantio doméstico disse que o processo é fácil, basta levar documento de identificação e comprovante de endereço em um dos escritórios do Correio.

Leia tudo sobre: MaconhaUruguaiuso recreativoMundoplantaçãocultivodomésticoerva