‘Candidato não sabe do Brasil’

Dilma Rousseff (PT) rebateu Aécio Neves sobre investimentos do governo federal no Nordeste

iG Minas Gerais |

Almoço. Dilma comeu frango, arroz e feijão em restaurante popular na zona Oeste do Rio de Janeiro
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO
Almoço. Dilma comeu frango, arroz e feijão em restaurante popular na zona Oeste do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro. Em entrevista coletiva no Palácio da Alvorada no início da noite de ontem, a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), foi questionada por jornalistas sobre a declaração de seu rival Aécio Neves (PSDB) de que a complexidade dos problemas do Brasil mostra que o país “não é para amadores” e que o governo tem investido pouco em políticas para o Nordeste.

A presidente sorriu e ironizou. “O candidato do PSDB está cuidando de si mesmo. Eu não tenho o que comentar”, disse. “E eu já notei que o nosso senador, candidato, ele não tem muito conhecimento do que é feito no Brasil no que se refere ao Nordeste. O Nordeste é objeto de todos os programas do governo federal, todos, sem exceção”, completou.

Questionada sobre o resultado da pesquisa Ibope que apontou ascensão da candidatura de Marina Silva (PSB), Dilma disse não querer comentar o assunto, mas afirmou que a campanha eleitoral está no começo e que “muita água ainda vai passar debaixo da ponte”.

Após a coletiva, Dilma se reuniu com o conselho político da campanha, integrado por representantes dos nove partidos da coligação que a apoia (PT, PMDB, PSD, PP, PR, PROS, PDT, PCdoB e PRB). “Esta é uma reunião muito mais colaborativa do que de cobrança, é uma reunião em que se constrói as estratégias e os caminhos de nossa campanha.”

Sobrecoxa. Mais cedo, Dilma Rousseff visitou o restaurante popular de Bangu, na zona Oeste do Rio, acompanhada do deputado Anthony Garotinho (PR), que lidera a disputa ao governo estadual. A visita foi acompanhada por fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio, pois a lei eleitoral proíbe campanha em prédios públicos, embora não vete a aparição de candidatos.

Os fiscais afirmaram que não flagraram irregularidades na visita de Dilma e Garotinho ao restaurante. Entretanto, eles tiraram fotos da presidente almoçando ao lado do candidato e um relatório será analisado pela juíza de fiscalização, Daniela de Souza.

Por cerca de 15 minutos, a presidente almoçou sobrecoxa de frango, arroz, feijão e salada e deixou um pouco de abóbora no prato. Na saída, tirou foto com pessoas que estavam no local, além de cumprimentar funcionários da cozinha.

Cabos eleitorais se concentraram no entorno do restaurante. Alguns auxiliares entraram para guardar o lugar para os candidatos. Porém, nenhum deles discursou. No momento em que Dilma saía, houve empurra-empurra. Um senhor ficou espremido numa mesa, outro perdeu o celular, e seguranças por pouco não trocaram socos.

Multa

Temer. O Tribunal Superior Eleitoral multou em R$ 5.000 a coligação de Dilma pelo tamanho do nome do vice, Michel Temer, na propaganda eleitoral. As letras estão menores do que manda a regra.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave