Projeto sobre reajuste salarial dos servidores municipais é aprovado

Paralisação programada para esta sexta-feira (28) foi cancelada após a decisão; texto deve ser colocado em pauta novamente na casa na próxima segunda-feira (1ª) para votação em segundo turno

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Servidores aguardaram a votação do Projeto de Lei que determina o reajuste da categoria, programada para terça-feira (26), que não aconteceu
Sindibel/Divulgação
Servidores aguardaram a votação do Projeto de Lei que determina o reajuste da categoria, programada para terça-feira (26), que não aconteceu

O impasse referente ao reajuste salarial dos servidores municipais de Belo Horizonte parece estar próximo ao fim. Isso porque na tarde desta quarta-feira (27) o Projeto de Lei (PL) 1.256/14, referente ao aumento salarial de 7%, foi votado e aprovada em primeiro turno na Câmara Municipal.

Conforme informações o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), Israel Arimar, um acordo entre oposição e bancada do governo possibilitou a “desobstrução existente” na casa e a votação dos projetos que estavam em pauta.

Agora, o texto segue para votação em segundo turno, que deve acontecer na manhã de segunda-feira (1º), e caso aprovado será entregue ao prefeito, que dará o parecer final. “Caso aprovado pela prefeitura, o aumento deverá ser pago no contra-cheque de outubro, referente ao mês de setembro”, declarou.

Em função da votação, a paralisação programada para a sexta-feira (28) foi cancelada. 

Angústia da categoria 

Na terça-feira (26), Cerca de 150 servidores municipais de várias categorias fizeram uma vigília na entrada principal da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), durante todo o dia, aguardando a votação do projeto, que acabou não sendo votado.

Na ocasião, o presidente do Sindibel declarou que os trabalhos seriam retomados nesta quarta (27) e paralisados na próxima sexta (28). O sindicato declarou ainda que caso o projeto não fosse votado na sexta, uma greve geral seria convocada.

   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave