Cruzeiro goleia o Santa Rita e dá primeiro passo rumo ao penta

Raposa não teve dificuldades de vencer a equipe alagoana com gols de Marcelo Moreno (2), Dedé, Júlio Baptista e Henrique

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 27.8.2014 - Copa do Brasil - Partida entre Cruzeiro x Santa Rita no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Na foto, Henrique do Cruzeiro comemora gol marcado.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 27.8.2014 - Copa do Brasil - Partida entre Cruzeiro x Santa Rita no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Na foto, Henrique do Cruzeiro comemora gol marcado. Foto: Douglas Magno / O Tempo

O Cruzeiro demonstrou dificuldades contra alguns “adversários divinos” nesta temporada, principalmente nos tropeços diante do San Lorenzo-ARG e São Paulo. No entanto, como religiosamente tem feito em disputas nacionais no Mineirão, fez o Santa Rita-AL, rival desta quarta-feira, pagar todos os pecados no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Em casa, a Raposa não teve piedade do modesto time alagoano, que apesar do nome santo viveu inferno astral ao ser goleado por 5 a 0, gols de Marcelo Moreno (2), Dedé, Júlio Baptista e Henrique.

Se o treinador do Leão de Alagoas fez alguma prece, pensando, quem sabe, em surpreender o melhor time do Brasil na atualidade, faltou pegar muito mais firme nas orações. Enquanto o Santa Rita sofria suas penitências, os romeiros celestes deram os primeiros passos rumo ao pentacampeonato da Copa do Brasil, mesmo com apoio modesto no histórico dia de sua vitória número mil no Gigante da Pampulha.

“O Mineirão foi palco de grandes jogos do Cruzeiro, é a casa da China Azul, e com a vitória sobre o Santa Rita chegamos a milésima vitória no Mineirão, o que é motivo de regozijo e festa para o clube e nossa torcida”, disse o presidente Gilvan de Pinho Tavares.

Líder do Campeonato Brasileiro e campeão Mineiro nesta temporada, o Cruzeiro tem a chance de repetir, após 11 anos, um feito que sozinho ostenta no cenário do futebol nacional: ganhar a Tríplice Coroa. Por isso, o respeito celeste ao Santa Rita foi demonstrado com um bom futebol e gols. O que preocupava os jogadores do Leão.

“O Cruzeiro sem forçar, sem apertar, conseguiu fazer 3 a 0 no primeiro tempo. Temos que arrumar para não passar uma vergonha maior. Inverter é complicado. Temos que nos doar um pouco mais para honrar a camisa do Santa Rita”, avaliou Adriano “Lobinho”, ex-América e Atlético, na saída para o intervalo.

Se estava difícil na etapa inicial, complicou ainda mais no segundo tempo. O atacante boliviano Marcelo Moreno fez o seu segundo gol na noite, o quarto dos mandantes, e Henrique fechou a conta da milésima vitória azul no Mineirão. 5 a 0 e classificação encaminhada às quartas de final.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 5 X 0 SANTA RITA-AL

Motivo: Oitavas de final da Copa do Brasil Local: Mineirão Árbitro: Ranilton O. De Sousa (CBF-MA) Gols: Marcelo Moreno (2), Dedé, Júlio Baptista e Henrique (CRU) Cartão amarelo: Rafael Silva (SAN) Cartão vermelho: não houve Público e renda: 15.048 / R$ 501.895,00

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Samudio; Henrique, Lucas Silva (Willian Farias) e Alisson (Neilton); Júlio Baptista, Dagoberto e Marcelo Moreno (Marlone). Técnico: Marcelo Moreno

SANTA RITA-AL: Jeferson; Edi, Junior Carvalho, Selmo Lima e Jeanderson; Adriano (Jeferson Pintado), Cristiano, Lucas (Gabriel Soares) e Edson Magal (Gueba); Rafael Silva e Reinaldo Alagoano. Técnico: Eduardo Neto

Leia tudo sobre: cruzeiroraposacopa do brasilsanta ritasantidadedivinopenta