Gilvan contesta nova pesquisa sobre torcidas: 'Não traduz a verdade'

Presidente do Cruzeiro diz que dados do Lance!/Ibope estão fora da realidade e afirma que Raposa domina Minas Gerais

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Gilvan quer ver o plantel da Raposa mantendo o mesmo nível para permanecer na onta da tabela do Campeonato Brasileiro
LÉO FONTES/O TEMPO
Gilvan quer ver o plantel da Raposa mantendo o mesmo nível para permanecer na onta da tabela do Campeonato Brasileiro

Se tem um assunto que gera muita polêmica no futebol, esse passa pela discussão sobre tamanhos de torcida. Sempre que surge um novo levantamento apontando qual o clube possui o maior número de torcedores, pode-se ter certeza de uma coisa: quase ninguém concordará ou chegará a um ponto comum. E é isso que acontece no Cruzeiro. Depois de a nova pesquisa Lance!-Ibope apontar que o Atlético ultrapassou a Raposa em número de adeptos, o presidente celeste logo deu o grito.

“Analisando a pesquisa você vê que é uma pesquisa que não traduz a verdade. Segundo o que foi divulgado, eles entrevistaram sete mil pessoas em todas as capitais do Brasil. Então, não entrevistaram a torcida do Cruzeiro e de outros grandes clubes brasileiros. Se dessas sete mil pessoas em todo o país, não se sabe quantas entrevistaram, isso não foi dito na pesquisa, aqui na capital mineira. E não disseram onde essa pesquisa foi feita”, discorda Gilvan de Pinho Tavares.

De acordo com os dados apresentados pelo levantamento realizado pelo Lance!/Ibope, o Atlético tem a sexta maior torcida do Brasil, enquanto o Cruzeiro aparece na sétima colocação. O Galo com 7 milhões de torcedores e a Raposa com 6,2 milhões.

“Dependendo do local aqui em Belo Horizonte, a gente conhece isso, em alguns bairros antigos o nosso rival tem maior número de torcedor. Se fizer pesquisa nesses bairros, evidentemente que a maioria da torcida será do adversário. Mas todo mundo sabe, não precisa nem fazer pesquisa. O Cruzeiro tem muito mais torcida em Minas Gerais, sobretudo nas cidades do interior, e na Grande Belo Horizonte. Já fizeram diversas pesquisas e o Cruzeiro tem mais de 65% da torcida na Região Metropolitana. Em Belo Horizonte a torcida está mais ou menos dividida. No interior é 80%, 90% de torcedores em relação ao rival. Portanto, essa nova pesquisa não representa a realidade dos fatos”, conclui Gilvan. 

De acordo com os apontamentos do Lance!/Ibope, o Atlético é o grande destaque dentre os clubes que aparecem no meio da tabela do ranking, uma vez que apresentou crescimento de 0,9% em seu número de adeptos e pulou da nona colocação para a sexta. Fato que impulsionou o clube alvinegro e o fez ultrapassar o rival Cruzeiro.

Na ponta dos levantamentos aparece o Flamengo, que segue como líder no ranking de torcidas. O clube rubro-negro possui 32,5 milhões de adeptos e de 2010 para cá - última pesquisa realizada - teve queda de um ponto percentual O Corinthians é o segundo com crescimento de 0,2% e aproximadamente 27,3 milhões de torcedores.

Leia tudo sobre: futebol nacionalcruzeiroraposaatléticogalopesquisaibope