Samudio diz se espelhar em Egídio e fala de dificuldades de adaptação

Paraguaio garante que superou problemas no início de sua trajetória no Cruzeiro e está pronto para buscar espaço

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Brazil's Cruzeiro's Miguel Samudio watches his shot past Chile's Universidad de Chile's goalkeeper Jhonny Herrera at a Copa Libertadores soccer match in Santiago, Chile, Thursday, April 3, 2014. (AP Photo/Victor Ruiz Caballero)ta0401
Associated Press
Brazil's Cruzeiro's Miguel Samudio watches his shot past Chile's Universidad de Chile's goalkeeper Jhonny Herrera at a Copa Libertadores soccer match in Santiago, Chile, Thursday, April 3, 2014. (AP Photo/Victor Ruiz Caballero)ta0401

O lateral-esquerdo Samudio voltará a ser titular da equipe do Cruzeiro. Com a lesão de Egídio, que fraturou a mão esquerda, o paraguaio terá uma sequência na equipe principal nos próximos confrontos que a Raposa for realizar.

O gringo foi titular pela última vez no empate celeste contra o San Lorenzo, por 1 a 1, no Mineirão, no duelo de volta das oitavas de final, resultado que culminou na eliminação do clube da disputa continental.

Samudio lamentou a lesão de Egídio, mas se diz preparado para dar conta do recado. “Tem que estar preparado sempre. Infelizmente, o Egídio está machucado. São coisas que acontecem. Vou tentar defender bem a posição, fazer um bom trabalho para ajudar a equipe”, declarou.

O paraguaio fez questão de elogiar o companheiro de posição e afirmou que procura se espelhar no camisa 6. “Sou um jogador de marcação. O Egídio tem características diferentes. Deu boas assistências no ano passado. Me espelho no jogo dele porque ele tem boa técnica e é rápido. O Marcelo (Oliveira) quer uma equipe segurando na parte de trás pra depois atacar. Espero fazer um bom jogo para que possamos buscar um bom resultado”, afirmou.

Questionado sobre os motivos que o mantém na reserva, já que ele chegou com status para ser o titular, o jogador disse que passou por um período de adaptação e que, agora, está pronto para buscar o seu espaço.

“Se eu soubesse o que faltou (para ser titular), eu estaria jogando. Sei que estou em uma equipe muito grande que é difícil jogar. Vim para um futebol bem diferente e tenho que me adaptar. Não vou ficar pensando no passado. Tenho que pensar no presente. O Cruzeiro é o melhor time do Brasil. Tenho que estar preparado. Não firmei contrato dizendo que seria titular. Amanhã (quarta-feira), terei mais uma oportunidade e vou procurar aproveitar ao máximo”, concluiu o paraguaio.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposasamudiolateraltitularparaguaio