Barcelona oficializa Douglas e exalta sua 'versatilidade'

Jogador brasileiro viajará para a Espanha no final desta semana para ser submetido a exames médicos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Lateral-direito, que chegou ao São Paulo em 2012, viaja ainda nesta semana para a Catalunha
Reprodução
Lateral-direito, que chegou ao São Paulo em 2012, viaja ainda nesta semana para a Catalunha

Um dia depois de o São Paulo acertar a venda de Douglas para o Barcelona, o clube espanhol oficializou, nesta quarta-feira, a contratação do jogador, adquirido por um total de 5,5 milhões de euros (pouco mais de R$ 16 milhões). Ao confirmar oficialmente o reforço, o time catalão exaltou a "versatilidade" do brasileiro, apesar de o atleta ser considerado contestado por seu futebol até mesmo pela torcida são-paulina.

"Douglas Pereira é um lateral-direito com uma vocação muito ofensiva, o que lhe permite ocupar também a posição de ala", destacou o Barça, por meio da nota na qual também lembrou que o jogador marcou nove gols em 170 partidas disputadas por São Paulo e Goiás no Brasil. "Também é um jogador muito incisivo e com muita velocidade, o que lhe permite se livrar dos seus rivais no mano a mano e recuperar a sua posição na hora de defender. É um jogador muito vertical, que gosta de chegar até as linhas avançadas para poder cruzar ou chutar ao gol graças ao bom toque de bola", reforçou.

O Barcelona ainda lembrou que a versão "mais polivalente do lateral" se viu no São Paulo e que no clube ele conquistou o título da Copa Sul-Americana em 2012. Até o histórico de Douglas na seleção brasileira de base foi destacado pelo Barça. "O lateral ainda não estreou pela equipe principal da seleção brasileira, mas fez parte da equipe que conquistou o Sul-Americano Sub-20 na Venezuela, em 2009", ressaltou.

O Barcelona também confirmou que Douglas viajará para a Espanha no final desta semana para ser submetido a exames médicos, antes de assinar contrato para defender o time pelas próximas cinco temporadas e ser oficialmente apresentado como reforço. O São Paulo ficará com 60% do valor total da negociação que levou o lateral ao Barça, o que renderá quase R$ 10 milhões ao clube.  

Leia tudo sobre: barcelonaoficializadouglassao pauloexaltaversatilidadejogador