“Que os processos tenham mais agilidade”

Renato Carvalhais - Corregedor geral da PM

iG Minas Gerais | Aline Diniz |

O que dificulta a investigação de transgressões de policiais militares?

Falta de especialização das pessoas, são vários militares apurando. E a burocracia, o tempo que se leva para punir. Estamos mudando a gestão de todos os procedimentos. O senhor acredita que vai reduzir o número de transgressões?

É difícil falar. É possível. Quando demora muito, dá um sentimento de impunidade, quando decide mais rápido, você fica mais preocupado com o que pode te acontecer. Mas não posso afirmar que vai fazer diminuir ou aumentar (as infrações). Qual o objetivo do senhor na corregedoria da Polícia Militar?

Pretendo deixar como legado que os processos administrativos tenham mais agilidade, transparência e confiança.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave