Comemoração pelos 100 anos do Palmeiras terá mais segurança

Dirigentes têm recebido diversas informações de que membros de torcidas organizadas farão protesto na frente da casa de shows que receberá o evento

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Palmeiras celebra, nesta terça-feira, 100 anos de sua fundação com uma grande festa no Credicard Hall, na zona oeste de São Paulo, a partir das 19 horas. Apesar do ambiente de festividade, a apreensão é grande em relação à segurança do local. Os dirigentes têm recebido diversas informações de que membros de torcidas organizadas farão protesto na frente da casa de shows. Na mesma hora, a Mancha Alviverde fará uma festa para celebrar a data.

Por isso, a segurança será reforçada para evitar que os cerca de dois mil convidados para o evento, principalmente a diretoria, sofra qualquer incômodo. Mas existem ainda boatos de que conselheiros convidados e que são contra o presidente Paulo Nobre farão uma manifestação dentro da festa.

Os números não foram divulgados, mas o clube deve reforçar a segurança dentro e fora da casa de shows para garantir a festa sem problemas. Haverá show musical - que pode ser de uma atração internacional -, museu interativo e exposição com algumas das peças conquistadas durante os 100 anos de história do clube.

Além disso, ídolos da história do clube vão marcar presença. Existe a possibilidade de alguns atletas do atual elenco aparecerem por um curto espaço de tempo, já que o time estará concentrado para a partida contra o Atlético, nesta quarta, no estádio do Pacaembu, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Alguns conselheiros receberam o convite, mas devolveram por serem contra a realização da festa e também à gestão de Paulo Nobre, que tenta a reeleição em outubro.

O presidente tem sido alvo de constantes protestos pela má campanha da equipe no Campeonato Brasileiro. Torcedores chegaram a ir até a frente do condomínio onde mora o presidente e gritaram pedindo a contratação de reforços e a demissão de toda a diretoria de futebol.

O Palmeiras só não vai celebrar a data na zona de rebaixamento, porque venceu o Coritiba e contou com tropeços de Criciúma e Bahia na rodada do fim de semana.

Leia tudo sobre: festacemanospalmeirasteramaissegurança