“Essa é a candidata que não morreu”, diz mulher a criança

A aglomeração chegou a tal ponto que a candidata não conseguia andar pelo pavilhão da Bienal

iG Minas Gerais |

São Paulo. Em visita nesta segunda à Bienal do Livro, na capital paulista, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, foi imediatamente reconhecida pelo público e bastante assediada. Crianças e adolescentes, principal público do evento em dias de semana, se aglomeraram em torno da candidata para tirar fotos e as populares selfies.  

“Essa é a presidenta que não morreu no acidente do avião do Campos”, disse uma mulher à criança que a acompanhava. “Eu não posso votar ainda, mas você teria meu voto, Marina”, gritou um adolescente.

A aglomeração chegou a tal ponto que a candidata não conseguia andar pelo pavilhão da Bienal. Precisou que seguranças e assessores fizessem uma corrente ao seu redor e agilizassem a caminhada. Marina falou das propostas de educação feitas por Campos, como antecipar o prazo de implantação do ensino em tempo integral, o passe livre estudantil, a educação profissional qualificada e a importância de ter bibliotecas nas escolas e equipamentos públicos para incentivar a leitura.

Avassaladora

Ibope. O coordenador financeiro da campanha de Marina, Márcio França, disse que a pesquisa Ibope que será divulgada nesta terça mostrará a candidata com um resultado “avassalador”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave