Comerciante que agrediu mulher com cotovelada recebe apoio no Facebook

Após agressão, vítima foi encaminhada em estado grave a um hospital do município, onde permaneceu internada na unidade de tratamento intensivo (UTI) até o ultimo sábado (23)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Agressor recebe apoio pela internet
Reprodução / Facebook
Agressor recebe apoio pela internet

O comerciante paulista que está detido após ter um mandado de prisão temporária expedido em seu nome ao dar uma cotovelada em uma mulher de 30 anos, no dia 16 de agosto, em São Paulo, recebe apoio de internautas pelo Facebook. Após a agressão, a vítima foi encaminhada em estado grave a um hospital do município, onde permaneceu internada na unidade de tratamento intensivo (UTI) até o ultimo sábado (23).

Na página do agressor na rede social, muitos conhecidos desejam força para o detido. Além disse, muitos usuários pedem para que o comerciante mantenha fé em Deus para que tudo se resolva.    

A comunidade “Feminismo sem demagogia” postou o print - uma espécie de cópia - da página do agressor com toda força dos internautas em seu perfil. A publicação mostra a revolta do movimento em relação ao apoio ao comerciante. Em três dias, a postagem teve 388 curtidas, mais de 150 compartilhamentos e mais de 150 comentários contra o responsável pela cotovelada.

Leia tudo sobre: Cotovelada em São Paulo