Alteração em gene parece ajudar no combate ao HIV, diz pesquisadores

No entanto, grupo formado por integrantes da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, afirma que a descoberta não quer dizer que pessoas portadoras dessa variante estão "protegidas"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Alteração em gene parece ajudar no combate ao HIV
NIH/DIVULGAÇÃO
Alteração em gene parece ajudar no combate ao HIV

Uma variante de DNA de portadores do vírus do HIV, que parece estar relacionada a uma maior capacidade de resistência ao vírus da Aids, foi identificada por um grupo de pesquisadores do grupo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Conforme informações divulgadas pelo grupo, a variante conhecida como HLA - B*52 é mais comum em pacientes que ficam muito tempo sem apresentar sintomas da doença.    

Ainda segundo os pesquisadores do Fiocruz pessoas com essa variação têm chances duas vezes maior de serem classificadas como não progressores ( cujo o organismo é capaz de controlar o HIV sem o auxilio de medicamentos por mais de dez anos). 

Mas, para esse grupo de pesquisadores isso não quer dizer que os portadores dessa variante estão “protegidos” da doença.

Leia tudo sobre: Alteração em gene