Atlético consegue parcelamento total da dívida com a União

Dívida, antes avaliada em R$ 270 milhões, caiu para R$ 190 milhões, valor este que será pago em 180 meses

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Após tratativas com a Fazenda Nacional, o Atlético chegou a um acordo para o refinanciamento da dívida fiscal do clube com a União. Este acerto só foi possível porque o Galo se compromoteu a repassar R$ 25 milhões da venda de Bernard ao governo como entrada para o pagamento da pendência financeira. Desta maneira, a dívida, antes avaliada em R$ 270 milhões, caiu para R$ 190 milhões, valor este que será pago em 180 meses.

Agora, a expectativa é que os R$ 11 milhões restantes da transferência de Bernard (jogador foi negociado à época por R$ 36 milhões) sejam, enfim, liberados. A notícia foi bastante celebrada pelo diretor de planejamento do Atlético, Rodolfo Gropen.

"Estávamos tentando isto há muito tempo e conseguimos aproveitar a entrada do clube no Refis (Programa de Recuperação Fiscal) para buscar estas possibilidades, entre elas a redução de juros. Iremos agora trabalhar para saldar este valor de R$ 190 milhões normalmente, o que vai equalizar as contas do clube e dar fim a este único passivo que o Atlético possui com a União", declarou em entrevista a O TEMPO.

Leia tudo sobre: atléticogalocampeonato brasileirodívida fiscal