Murray sofre, mas bate holandês em estreia no US Open

Após início tranquilo na partida, o favorito precisou de quatro sets para vencer o número 70 do mundo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Murray enfrentará o vencedor do duelo entre John Isner e Marinko Matosevic nas oitavas de final
Reprodução/Site oficial
Murray enfrentará o vencedor do duelo entre John Isner e Marinko Matosevic nas oitavas de final

Longe de empolgar os fãs nas últimas semanas, Andy Murray voltou a mostrar irregularidade nesta segunda-feira e teve trabalho para vencer em sua estreia no US Open. Contra o holandês Robin Haase, o escocês saiu na frente ao vencer os dois primeiros sets mas sofreu incrível "apagão" na sequência e precisou se superar para fechar o jogo em quatro sets, com parciais de 6/3, 7/6 (8/6), 1/6 e 7/5. Murray sofreu para vencer o rival, atual número 70 do ranking, ao cair de rendimento no início da terceira parcial. Apático em quadra, viu Haase tomar conta da partida no set. O holandês aproveitou o embalo e começou a quarta parcial abrindo 3/0. Murray, então, tinha vencido apenas um dos últimos dez games disputados.  Foi então que iniciou a reação. O favorito devolveu a quebra de saque, buscou o empate no set e, para festa da torcida, obteve a virada na parcial para fechar em 3h08min de partida. Seu próximo adversário será o alemão Matthias Bachinger, que surpreendeu ao eliminar logo na estreia o experiente Radek Stepanek, da República Checa, pelo placar de 6/3, 6/2 e 6/2. Será uma boa oportunidade para Murray embalar no piso duro de Nova York, depois de sofrer contestações nas últimas semanas. Ele chegou ao US Open criticado pelo desempenho nos Masters 1000 de Toronto e Cincinnati. Os fracos resultados causaram sua queda no ranking, para o 9º posto. Agora, ele poderá aproveitar o último Grand Slam do ano para se reabilitar no circuito. Também nesta segunda-feira, o australiano Nick Kyrgios, sensação de Wimbledon após eliminar Rafael Nadal, despachou o experiente russo Mikhail Youhny por 7/5, 7/6 (7/4), 2/6 e 7/6 (7/1). Avançaram ainda seu compatriota Matthew Ebden, o italiano Andreas Seppi e o argentino Leonardo Mayer.

Leia tudo sobre: Andy MurraytênisUS Openvitóriafavoritoholandês