Time japonês bane fã que mostrou banana a brasileiro

Em nota oficial, clube lamentou o fato ocorrido na vitória sobre Kawasaki Frontale, no último sábado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Camisa 10 da equipe japonesa, o meia Renatinho foi vítima do racismo do torcedor do Yokohama Marinos
Reprodução
Camisa 10 da equipe japonesa, o meia Renatinho foi vítima do racismo do torcedor do Yokohama Marinos

Um time de futebol do Japão adotou uma medida dura e louvável em uma tentativa de evitar que manifestações racistas se tornem rotineiras nos estádios de futebol do país. Em partida válida pelo Campeonato Japonês no último sábado, um torcedor do Yokohama Marinos mostrou uma banana ao brasileiro Renatinho, do Kawasaki Frontale, na vitória do seu time por 2 a 0. Para evitar novas manifestações desse tipo, o clube resolveu banir o torcedor dos estádios por tempo indeterminado. Por meio de nota oficial, o clube japonês lamentou o ocorrido. "Gostaríamos de expressar nossas sinceras desculpas para todos os jogadores, comissão técnica, torcedores e outros departamentos do Kawasaki Frontale. Em nossa instância, nós não podemos aceitar nunca esses tipos de provocações". Sem revelar o nome do torcedor, o clube também informa que pretende entrar em contato com a federação local para evitar novos atos deste tipo. "O ato foi confirmado pelo feitor deste incidente, que admitiu ter feito a provocação. Nós decimos banir este torcedor de entrar no estádio por tempo indeterminado. Para correspondências futuras, incluindo medidas preventivas contra essas ocorrências, buscaremos conversar com a J. League". O Campeonato Japonês já foi palco de outra manifestação preconceituosa. Em 2013, o Urawa Red Diamonds teve que jogar algumas partidas com os portões fechados após um torcedor xenófobo estender uma faixa com a inscrição "apenas japoneses".

Leia tudo sobre: RenatinhofutebolJapãoracismotorcedorbanana