‘Não tem que falar, tem que investigar’

Beto Albuquerque cobra Polícia Federal e diz que PSB vai explicar contratos do avião de Campos

iG Minas Gerais |

Festa. 

Marina foi homenageada por dois repentistas e posou com uma mulher fantasiada de cangaceira
Nelson Antoine
Festa. Marina foi homenageada por dois repentistas e posou com uma mulher fantasiada de cangaceira

São Paulo. “Polícia Federal não tem que falar; tem que investigar”. A frase foi dita ontem, pelo candidato a vice na chapa encabeçada por Marina Silva à Presidência da República pelo PSB Beto Albuquerque. Ele acompanhava a presidenciável em uma visita ao Centro de Tradições Nordestinas (CTN) quando os jornalistas perguntaram a Marina como estava vendo notícias informando que, segundo a Polícia Federal, a provável compra do jatinho que Eduardo Campos viajava poderia ter sido feita com recursos de caixa dois de campanha.

Albuquerque tomou a palavra antes de Marina falar e disse que sobre esta questão ele que responderia. “Não sei o que a Polícia Federal está falando. Mas se ela está falando, deveria apurar antes. Polícia Federal não tem que falar; tem que investigar e quando decidir falar tem que estar com a coisa concluída” provocou o deputado.

“Nós continuamos querendo explicações sobre as razões do acidente: como o avião caiu, porque na caixa preta não tinha nada guardado? Nesse acidente perdemos nosso líder e seis outros companheiros que estavam a serviço. Se a Polícia Federal está falando deve apurar”, disse Albuquerque.

Marina apenas acenou com a cabeça em sinal de aprovação às falas de seu vice. Durante a agenda, ela posou para diversas fotografias e disse que, eleita, vai garantir a continuidade de programas sociais.

Ao final Albuquerque reiterou que o PSB vai prestar todas as informações à imprensa e ao Brasil sobre as condições do contrato de compra do avião que Eduardo Campos e sua equipe viajava. Mais cedo, antes de Marina Chegar ao evento, ele já havia avisado que o presidente do PSB, Roberto Amaral, deveria prestar esses esclarecimento hoje.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave