Casas podem vir por meio de entidade

iG Minas Gerais |

Uma das soluções apontadas para resolver o impasse entre ocupações urbanas e prefeitura é a viabilização do programa Minha Casa, Minha Vida por meio de uma entidade reconhecida pelo Ministério das Cidades. Isso permitiria a entidade financiar um terreno e fazer a contratação para as construções das unidades habitacionais que serão destinadas às pessoas indicadas pelo próprio movimento.

A coordenadora das ocupações da Granja Werneck, Charlene Egídio, reclama que a prefeitura não está aberta para a alternativa. “Eles não estão indicando terrenos que podem ser usados para beneficiar as pessoas”.

O presidente da Urbel, Genedempsey Bicalho, diz que os moradores não se movimentam para viabilizar o programa. “Os técnicos da Urbel estão à disposição para auxiliar nos documentos, mas até agora nenhuma proposta foi apresentada”. (BM)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave