Permuta garante recursos aos Wernecks

iG Minas Gerais |

O terreno do projeto da Granja Werneck pertencia originalmente aos Wernecks, cujo patriarca era Hugo Werneck, médico. A família tinha cerca de 6,5 milhões de metros quadrados na região, mas a área foi vendida parcialmente e hoje tem 3,5 milhões de metros quadrados.

Por permuta, a família ganhará porcentagem no valor do empreendimento a ser construído na área, que não foi comprada pela Direcional por contrato. Além disso, parte das terras será adquirida com verbas do Fundo de Arrendamento Residencial, previstas no Minha Casa, Minha Vida.

Sanatório. Em meados de 1920, 100 mil metros quadrados que hoje fazem parte do terreno e também vão abrigar o empreendimento foram cedidos pelo município para que Hugo Werneck construísse um sanatório. Após o local ser desativado, a área foi emprestada à Igreja, que criou no edifício o asilo Recanto da Boa Viagem, que não funciona mais.

Hoje o prédio está abandonado e é guardado por dois seguranças. (BF)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave