Vítima não sabe ainda como voltará ao trabalho após fato

iG Minas Gerais |

Ainda internado em uma das salas do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, o vendedor Flávio Elias Soares da Silva, 34, conversou ontem com a reportagem de O TEMPO. Pai de cinco filhos e vivendo de aluguel, a volta ao trabalho será um desafio em sua vida, além da recuperação do trauma. “Enxergo mal do meu outro olho e será muito difícil trabalhar. Espero que que os culpados por isso sejam realmente punidos’, disse.

Silva se mostrou inconformado com as agressões e, segundo ele, com as atitudes dos guardas mesmo após ele ser dominado.

“O mais impressionante é que, mesmo depois de ter apanhado e ficado sem minha visão esquerda, eles ficaram lá tirando fotos de mim e dizendo que agora eu iria os respeitar. Aquilo era inacreditável, além da demora de me levar para um hospital”, relembrou o homem. (JC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave