Minas é representado com cinco judocas

Experientes, atletas do clube mineiro sabem o que esperar dos rivais que irão encontrar pela frente, na Rússia

iG Minas Gerais | Débora Ferreira |

1 ouro feminino apenas foi conquistado em Mundiais
Leo Fontes - 30.7.14
1 ouro feminino apenas foi conquistado em Mundiais

Maior clube a ceder atletas para a disputa do Mundial de Chelyabinsk, o Belo Dente-Minas terá cinco representantes na Rússia: Ketleyn Quadros, Érika Miranda, Mariana Silva, Alex Pombo e Luciano Corrêa. Em alta no ranking internacional, os minastenistas têm tudo para fazer bonito na competição.

Do grupo, apenas Alex Pombo está em sua primeira participação. Mas só da categoria individual, já que o judoca esteve presente em outros mundiais na disputa por equipes. Apesar de admitir a ansiedade, ele tem a seu favor o fato de ter campeões olímpicos e mundiais, que passam tranquilidade, treinando a seu lado diariamente.

“Às vezes, acho que fico ansioso, mas por ser de uma equipe bastante experiente, que já lutou mundiais, eles passam um pouco de tranquilidade e me orientam direitinho para eu poder dar o melhor na competição”, afirma o atleta, bronze no Grand Slam da Rússia deste ano.

Embora já estejam mais que acostumados às competições, os atletas preferem não apontar favoritos a medalhas. A expectativa para subir ao pódio é grande, mas os judocas precisam estar preparados para entrar em clima de “guerra”.

“Acredito que não tenha novidade, mas por ser uma competição que vai ter os melhores de cada país, em que todos estão preparados, o diferencial vai ser quem não errar primeiro”, explica Ketleyn Quadros. “Há o ranking mundial em que você tem os parâmetros, mas tudo pode acontecer. Judô tem disso”, completa Érika Miranda.

Para os mais experientes e já vencedores, como Luciano Corrêa, ouro em 2007, ainda há um incentivo a mais. “Estamos a dois anos dos Jogos Olímpicos em casa, e acredito que a motivação de cada atleta seja essa”, explica ele.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave