Em jogo fraco, Atlético PR e Bahia empatam por 0 a 0

Partida tediosa deixou o Tricolor Baiano na zona de rebaixamento e o Furacão na nona colocação

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em uma partida fraca tecnicamente, Atlético Paranaense e Bahia empataram por 0 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), no encerramento da 17ª rodada do Campeonato. O resultado manteve o time paranaense na nona colocação com 24 pontos, e o Bahia permanece na zona de rebaixamento, no 18º lugar, com 16 pontos.

O Atlético-PR agora se prepara para iniciar o duelo de oitavas de final da Copa do Brasil diante do América-RN, quarta-feira, na Arena das Dunas. Pelo Brasileirão, o próximo confronto será contra o Goiás, domingo que vem, no Serra Dourada. Já o Bahia volta a campo contra o Grêmio, também no domingo, em Porto Alegre, pela 18.ª rodada.

O primeiro tempo deste domingo foi marcado pelo excesso de toques laterais e marcação no meio de campo. O primeiro chute a gol aconteceu somente no final da etapa. Para o segundo tempo se esperava mudanças nas equipes, mas Doriva repetiu o que tem feito nas últimas partidas, trocou Bady por Douglas Coutinho, e em seguida tirou Marcos Guilherme, que jogava mal, para a entrada de Otávio. Sem armação, a bola não chegava ao ataque rubro-negro.

Somente aos 38 minutos, Bruno Mendes desperdiçou a maior chance do jogo ao receber passe de Natanael e chutar em cima do goleiro Marcelo Lomba, livre de marcação na pequena área. Muito pouco para um jogo lento, sem inspiração e sem torcida. O Atlético Paranaense cumpriu mais um jogo com portões fechados, após a punição do STJD por causa do envolvimento de seus torcedores em uma briga contra vascaínos, em Joinville (SC), na última rodada do ano passado.

O atacante Kieza comemorou o resultado, ainda que o Bahia permaneça na zona de rebaixamento. "Não poderíamos perder fora de casa, somamos ao menos um ponto, mas merecemos um bom resultado, pois estamos trabalhando pra caramba", disse. Para o zagueiro Dráusio, o Atlético merecia a vitória e o empate foi injusto. "Acho que não, porque todos viram que o Atlético teve chances de gol e não fomos felizes na complementação", concluiu.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 0 X 0 BAHIA

ATLÉTICO-PR - Wéverton; Sueliton, Dráusio, Cleberson e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Douglas Coutinho) e Marcos Guilherme (Otávio); Marcelo e Cléo (Bruno Mendes). Técnico: Doriva

BAHIA - Marcelo Lomba; Roniery, Titi, Demerson e Guilherme Santos; Rafael Miranda, Léo Gago (Diego Macedo), Fahel e Emanuel Biancucchi (Henrique); Maxi Biancucchi (Rafinha) e Kieza. Técnico: Gilson Kleina

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (PE).

CARTÕES AMARELOS - Maxi Biancucchi, Bady.

RENDA E PÚBLICO - O jogo aconteceu com portões fechados.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Leia tudo sobre: atletico-prbahiacampeonato brasileiro