Celestes dedicam triunfo e título simbólico ao volante Tinga

Ao fim da partida deste domingo, cruzeirenses mandaram um 'abraço' ao meio-campista, que fraturou a perna nesta semana

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Tinga foi vítima de atos lamentáveis em Huancayo, no Peru
VIPCOMM/DIVULGAÇÃO
Tinga foi vítima de atos lamentáveis em Huancayo, no Peru

Uma vitória conquistada na raça, na técnica e na sorte, e que fez o Cruzeiro abrir sete pontos sobre o segundo colocado do Brasileiro, que agora é o São Paulo. Assim pode ser descrito o resultado deste domingo, no Serra Dourada. Além da felicidade em obter o título simbólico do primeiro turno, os jogadores dedicaram o triunfo sobre o Goiás ao volante Tinga, que sofreu fratura na fíbula e na tíbia direitas, nesta semana.

“Temos um Deus que é justo. Estamos de parabéns e essa vitória vai para o Tinga”, declarou o atacante Marcelo Moreno, autor do gol da vitória por 1 a 0 no Serra Dourada.

O lateral-direito Ceará também mandou um abraço para o amigo Paulo César Fonseca do Nascimento, o Tinga.

“Nós dedicamos essa vitória ao 'Paulinho', que é como o chamo. Ele é muito querido, dá uma dinâmica legal ao grupo. Temos orado para que ele se recupere o quanto antes”, relatou o lateral.

Tinga deve receber alta do hospital Lifecenter, para a alegria de Dagoberto e o restante da companhia azul.

“Tinguinha, um cara querido, todos amamos ele. Ficamos tristes pelo que aconteceu, mas estamos propícios a isso. Que esteja sempre com Deus e que a família possa confortá-lo”, disse o avante.

Leia tudo sobre: CruzeiroRaposaTinga