Fluminense goleia Sport e fica em paz com a torcida

Melhor para o Fluminense, que venceu e foi aos 29 pontos, mantendo a quinta colocação e deixando o Sport estacionado com 25

iG Minas Gerais | Agência estado |

Jogadores do Fluminense comemoram vitória e vice-liderança do Brasileirão
flickr oficial/fluminense/divulgação
Jogadores do Fluminense comemoram vitória e vice-liderança do Brasileirão

Após uma semana tensa, marcada por protesto de torcedores e até ameaça de greve dos jogadores, o alívio veio neste domingo. Com dois gols de Fred, um de Cícero e outro de Conca, o Fluminense derrotou o Sport por 4 a 0, no Maracanã, e voltou a se aproximar do G4 do Brasileirão.

Mais do que os três pontos, a vitória devolve a tranquilidade ao Fluminense e diminui a pressão que recai sobre o técnico Cristóvão Borges, que vinha de uma sucessão de resultados ruins no campeonato e que estava ainda marcado pela goleada em casa que eliminou o time da Copa do Brasil.

O jogo era um confronto direto entre dois concorrentes por vaga no G4, o grupo dos quatro melhores do Brasileirão. Melhor para o Fluminense, que venceu e foi aos 29 pontos, mantendo a quinta colocação e deixando o Sport estacionado com 25.

Mas a partida começou complicada para o Fluminense. Desfalcado na defesa e no meio, o time carioca foi dominado pelo Sport nos primeiros 30 minutos. Para piorar, o volante Valencia se machucou sozinho aos 17 e, com a entrada de Edson, o setor ficou ainda mais desentrosado.

Com as dificuldades do Fluminense na região central do campo, o Sport tratou de jogar faceiro. Com as linhas avançadas e explorando sempre a velocidade pelos lados do campo, o time pernambucano chegou duas vezes em condições de marcar. Na melhor delas, Patric acertou a trave aos 28 minutos.

Foi só depois disso que o Fluminense acordou. E, para tanto, contou com a participação decisiva de dois jogadores, Cícero e Fred. Aos 34, o atacante deu linda assistência para o meia chutar na saída do goleiro e fazer 1 a 0. Oito minutos mais tarde, os papeis se inverteram: Cícero foi à linha de fundo e cruzou no meio da área para Fred cabecear e ampliar o marcador.

No segundo tempo, o Sport voltou mais ofensivo: Diego Souza entrou na vaga de Zé Mário e o time ganhou qualidade na armação. Mesmo assim, foi o Fluminense que ampliou. Logo aos 4, Conca bateu falta da lateral da área e contou com um desvio da defesa para fazer 3 a 0.

Com a vitória praticamente assegurada, o time carioca diminuiu o ritmo e passou a esperar o Sport em seu campo de defesa. Ainda assim, o Fluminense seguiu criando as melhores chances, principalmente em contra-ataques. Assim, fechou o placar aos 34 minutos, quando Fred se antecipou novamente à defesa e, de cabeça, fez o quarto gol, seu segundo na partida.

Logo depois de fazer 4 a 0, Fred deixou o campo aplaudido de pé pela torcida no Maracanã. Na quinta-feira, haviam sido dele as principais reclamações sobre a postura de integrantes de organizadas que hostilizaram o time no aeroporto. Agora, porém, a paz voltou a reinar no Fluminense.

Leia tudo sobre: maracanãbrasileirãofluminense