Fifa tenta mediar o impasse

iG Minas Gerais |

Joseph Blatter, presidente da Fifa, já fez reunião sobre o assunto
Ennio Leanza/AP Photo/Keystone - 4.10.2013
Joseph Blatter, presidente da Fifa, já fez reunião sobre o assunto

No ano passado, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, se reuniu com autoridades palestinas e israelenses para tentar resolver o impasse diplomático dos vistos aos atletas que têm sido impedidos de sair da Cisjordânia, governada pelo Fatah, e da Faixa de Gaza, controlada pelo grupo armado Hamas. Por ser um Estado não membro da ONU, a entrada e a saída de pessoas da Palestina estão sob a administração do governo israelense.

Na figura do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Israel por sua vez se comprometeu a avaliar a situação, mas as negociações não avançaram e permanecem em debate. Recentemente, Blatter se encontrou com Jibril Rajoub, dirigente máximo da Federação Palestina. Os cartolas lamentaram o conflito, e a discussão sobre o futuro do futebol na região voltou à tona.

“Estou muito ciente quanto à situação. Fico com o coração partido quando ouço que pessoas da comunidade do futebol foram mortas. A Fifa e eu, pessoalmente, deploramos essa situação e qualquer forma de violência”, afirmou Blatter em comunicado oficial.

A Federação Palestina de Futebol cobra da Fifa sanções a Israel pelas medidas adotadas contra seus filiados. Para os palestinos, não há dúvidas de que o governo israelense quer impedir o crescimento do futebol na Palestina porque enxerga nisso a possibilidade da sedimentação de uma identidade nacional na região.

Melhor fase. O imbróglio acontece justamente no melhor momento do futebol palestino. Atualmente, a seleção nacional é a 85ª no ranking da Fifa e disputará pela primeira vez a Copa da Ásia, marcada para o ano que vem, na Austrália.

A classificação veio após a conquista da Challenge Cup, nas Ilhas Maldivas, quando a Palestina venceu as Filipinas por 1 a 0, na grande decisão. (JP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave