Cada vez mais perto da certificação

iG Minas Gerais |

O morango tem grande fama de ser um dos campeões de agrotóxico, ao lado do pimentão. Devido à sensibilidade da fruta a pragas, eliminar 100% o uso de agrotóxicos é muito difícil, mas aprender a usá-lo devidamente é bastante viável.

“Existem formas corretas de manejo e carências a serem respeitadas entre a aplicação e o consumo. Os produtores da Cooprav estão aprendendo e estão bem perto de conquistar o selo Produção Integrada de Frutas”, afirma o analista técnico do Sebrae, José Tarcísio de Paula. Além do suporte de capacitação, o Sebrae está financiando algumas pesquisas na Universidade Federal de Viçosa (UFV). “São avaliadas a qualidade da fruta, a proteção ao meio ambiente, as condições de trabalho e a viabilidade econômica”, destaca Tarcísio.

O superintendente do Instituto Antônio Ernesto de Salvo (Inaes) da Faemg, Pierre Vilela, explica que essa certificação faz parte de um programa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “O ganho maior é na própria produção porque os produtores passam a ter uma gestão eficiente da produção. Investem em troca de equipamentos, evitam desperdícios, melhoram os custo e geram um morango com mais qualidade”, destaca.

Segundo Tarcísio, dos 57 produtores da Cooprav, nove já estão no processo de certificação, que deve sair em 2015. (QA)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave