Artesanato de diversos tipos

Cada vez mais requisitados, preparadores de elenco detalham processo de construção

iG Minas Gerais | anna bittencourt |

Afonso Carlos/Czn
undefined

O esquema de produção industrial da TV é voraz. A cada nova cena ou novela, atores e toda a equipe técnica precisam estar prontos para quando o diretor gritar: “ação”. Nesse processo, o elenco tem um tempo reduzido para se preparar entre um personagem e outro. Para despir-se do papel antigo e mergulhar no próximo, muitas vezes, os intérpretes recorrem aos coaches, nome dado aos preparadores de elenco que trabalham direta e exclusivamente com cada um. Na prática, cada produção tem seu próprio preparador que trabalha com o elenco como um todo. Diferentemente dos workshops oferecidos pelas emissoras, o trabalho do coach é cada vez mais requisitado por ser voltado às necessidades específicas de cada papel e, principalmente, de seu intérprete. O cuidado desses técnicos cerca tanto o ator que ele passa a ser fundamental para seu “pupilo”. “O coach não é só uma pessoa que ajuda com o trabalho, é também um pouco psicólogo e pedagogo”, valoriza Isis Valverde, que atualmente está no ar como a Sandra de “Boogie Oogie” e conta com o auxílio de André Montenegro desde sua estreia na TV, no remake de “Sinhá Moça, em 2006.

Nesse ramo há 21 anos, André Montenegro conta que não existe um único método de trabalho. Para ele, cada caso é um caso. “Alguns precisam de um coach actor; outros, de um coach life. Além disso, o mesmo profissional pode me exigir de formas distintas dependendo do dia”, garante ele, deixando claro que fica a par de todos os movimentos de seus clientes. Outra especialidade de André é tirar as marcas de personagens anteriores. Por exemplo, ele está treinando Bruno Gagliasso, que estreia em setembro como o protagonista de “Dupla Identidade”, série de Gloria Perez para a Globo. “Ele vai interpretar seu terceiro psicopata na TV. Por isso, não podemos nos prender às antigas referências. É preciso criar todo um novo contexto para não se repetir em cena”, palpita Montenegro.

Toda essa preparação demanda tempo, mas nem sempre o dia a dia corrido da TV abre espaço para tanta reflexão e busca de novas referências. A falta de tempo é sentida, principalmente, em produções mais curtas. Além delas, as tramas infantis também sofrem com a correria. Isso porque as gravações precisam respeitar o horário de estudo dos atores e se estender, no máximo, por seis horas diárias, durante os cinco dias da semana. “O ideal com as crianças seria pegar o roteiro de uma semana, prepará-las para aquilo para, depois, gravar”, opina Ariel Moshe, que trabalhou em “Carrossel”, “Chiquititas” e “Patrulha Salvadora”, todas produções do SBT. Contratado pela emissora de Silvio Santos como responsável pelos folhetins da casa, Ariel ficou cerca de dois meses trabalhando quase diariamente com o elenco infantil antes da gravação de cada produção. “O adulto já vem com algumas ideias prontas. As crianças, não. Elas são completamente abertas. É preciso caminhar no lúdico, contar a história daquela pessoa como se fosse uma amiga dela”, detalha.

Além de filmes, livros e séries, outras referências são usadas pelos preparadores de elenco. Para Fátima Toledo, o trabalho do coach tem de ser em parceria com quem vai dirigir a produção. “De cara, eu leio o roteiro e faço uma análise do personagem. Aí, vou conversar com o diretor para, juntos, vermos o que vamos fazer com aquele papel. É preciso haver um ajuste na linguagem”, opina ela, que tem uma extensa carreira como preparadora de elenco para cinema, em longas como “Tropa de Elite”, mas que trabalha individualmente com atores para a teledramaturgia. Enquanto André Montenegro fundamenta suas pesquisas na filosofia, Sergio Penna, que trabalhou com Mateus Solano em “Amor à Vida”, acha que é preciso mergulhar a fundo na história do personagem. “Antes de tudo, é preciso pensar o personagem. A partir disso, desenvolvo com o ator uma pesquisa lógica, buscando motivações e sentimentos que precisam ser acessados”, explica Penna.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave