Kalil descarta jogar no Mineirão e diminui atuação de Tardelli

Presidente do Atlético afirmou que jogo entre Galo e o Palmeiras, pela Copa do Brasil, não será no estádio do rival Cruzeiro

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

Kalil afirmou que não está dormindo direito há uma semana
MARIELA GUIMARÃES/O TEMPO
Kalil afirmou que não está dormindo direito há uma semana

O presidente do Atlético, Alexandre Kalil, descartou qualquer boato de que o jogo de volta entre Atlético e Palmeiras pela Copa do Brasil, a ser realizado em Belo Horizonte daqui há duas semanas, possa acontecer no Mineirão. Depois de um suposto comentário entre jogadores do próprio time alvinegro para que a partida aconteça no estádio do rival Cruzeiro , Kalil refutou a possibilidade com um comentário ríspido e garantiu que o confronto vai acontecer no Independência.

"Não tem nada disso, não. Jogador não tem que dar ideia não, tem que jogar", declarou o presidente do Atlético, logo após a vitória de 1 a 0 sobre o Internacional, no Independência, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado (23).

Ainda em tom rude, Kalil preferiu não ressaltar a atuação de Diego Tardelli, ovacionado pela torcida por marcar o gol da vitória, e disse apenas que o jogador "não fez mais que a obrigação dele". Apesar disso, o presidente elogiou a atuação do elenco alvinegro. "Eu acho que foi muito importante a confiança que tivemos, o foco e a torcida voltar para cá (Independência). Na hora que acabou o jogo no Rio (contra o Flamengo), falei que não ia jogar com 40 mil pessoas gritando no Maracanã e meu estádio vazio. Com isso aqui lotado é duro de ganhar do Atlético", completou Kalil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave