Primeiro dia de Festival de Gastronomia de Tiradentes tem participação mexicana

Cidade mineira recebe chefes de cidades como Belo Horizonte, Juiz de Fora e Rio de Janeiro; Jantares, degustações e palestras sobre gastronomia atraem turistas e profissionais da área

iG Minas Gerais | Lorena K. Martins |

Embora a 17ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes esteja com os olhos mais voltados para um intercâmbio gastronômico propriamente brasileiro, o primeiro dia do evento contou com uma presença internacional.

Dando largada aos esperados menus preparados por vários chefs convidados de outros lugares – que antes eram no formato de festim, apresentados em pousadas, e agora se transformaram em jantares menores, em restaurantes da cidade localizados no centro histórico –  o chef Benito Molina, do restaurante Manzanilla no México, serviu o seu menu-degustação no restaurante Pacco & Bacco. Mais cedo, o chef aproveitou a sua primeira visita à cidade para experimentar as iguarias tipicamente mineiras durante o almoço. A cachaça foi uma delas. “Me encanta”, brincou enquanto conversou para a equipe de O TEMPO.

Para a noite, Benito trouxe especialmente do México alguns ingredientes especiais para serem servidos no jantar, como a entrada chamada Surpresa Marina.  “É um dos principais pratos da noite, porque é feito de frutos do mar e ele pode sempre variar, já que o mar nunca é o mesmo. Assim,nunca sabemos o que se pode pescar nele”, explicou.

O prato levou, ainda, iguarias mexicanas, como as pimentas cuidadosamente defumadas, usadas como ingrediente do prato e não como tempero – a sobremesa, que era uma sopa de frutas, também deixou a marca mexicana “caliente” com toques apimentados.

A noite dessa sexta-feira (22) contou ainda com jantares dos chefs Rodolgo Mayer (Tiradentes) em parceria com Pablo Oazen (Juiz de Fora) e Leonardo Paixão (Belo Horizonte).

Neste sábado (23), os restaurantes recebem novamente Rodolfo Mayer (Tiradentes) desta vez com Jaime Solares (Belo Horizonte), Xavier Perez Stone (México) – único chef internacional além do Benito - e o mais aguardado da noite, o chef francês Thomas Troisgros (Rio de Janeiro) com Ângela Gonçalves (Boa Vista) com um menu inspirado em Roraima. O evento acontece até o próximo fim de semana, dia 31 de agosto, com atrações culturais e degustações nas praças.

Só para convidados

Depois de jantar, o que comanda é a Casa da Insanidade Mental, que há 14 anos se transformou em uma espécie de reduto para visitantes que estão de passagem por causa do Festival e para os chefs, é claro, aliviarem a tensão após a correria dentro da cozinha.

Provas de que o lugar – que não é nada além de uma casa com decoração psicodélica – se torna o mais disputado de Tiradentes é que desde o ano passado só entra com pulseirinha, com lotação máxima de 300 pessoas.

Sem ela, não adianta nem choro e nem vela: fica de fora. “Aqui é uma casa, não é um bar e nem uma boate, é um local para as pessoas se jogarem e obedecer ao que diz o nome da casa: ficar insano”, explica Eduardo Fonseca, 38, conhecido por aqui como Dudu. Programação - 23 de agosto 

Jantares

Rodolfo Mayer (Restaurante Angatu – Tiradentes, MG) e Jaime Solares (Borracharia Gastropub, Belo Horizonte, MG) Restaurante Angatu, Rua Santíssima Trindade, 81 Xavier Perez Stone (Restaurante Cocina de Autor – Riviera Maya, Cancun) Restaurante Pacco & Bacco, Rua Direita, 166 Thomas Troisgros (Restaurante Olympe – Rio de Janeiro, RJ) e Ângela Gonçalves (Restaurante Navalho, Boa Vista, RR) Espaço degustação – Largo das Forras

10h - Queijos artesanais brasileiros: diversidade, sabor e transformação social Palestrante: Fernando Oliveira, A Queijaria, São Paulo, SP

11h30 – Whisky para todos os gostos. Palestrante: Alexandre Campos, Single Malte Brasil, Brasília, DF

15h30 – A criação de um drink: leite Moça e Nespresso. Palestrante: Vítor Gabira, Nespresso, São Paulo, SP

16h45 - O cerrado no paladar bresileiro. Palestrante: Rita Medeiros, Sorbê Sorvetes Artesanais, Brasília, DF

Espaço Senac - Largo das Forras  

10h - Etiqueta, comportamento à mesa & o ritual dos serviços do vinho Palestrante: Flávio Gomes, instrutor SENAC, Barbacena, MG

11h – Uma breve história sobre a culinária de Minas Gerais Palestrante: Eduardo Maya, idealizador do Festival Aproxima, Belo Horizonte, MG

12h – Café e paixão – A união entre o café e a gastronomia

Palestrante: Vítor Gabira, Nespresso, São Paulo, SP e Leonardo Paixão, Glouton, Belo Horizonte, MG

13h – O comportamento dos participantes de festival gastronômico – Estudo de caso: Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

Palestrante: Leila Cobuci, professora de hotelaria, Senac, MG

15h30 – Cultivando cogumelos

Palestrante: Gilmar Medeiros, Restaurante Cantinho do Gil,Carrancas, MG

16h30 – Alelo

Palestrante: Junia Quick, Nectar da Serra, Belo Horizonte, MG *A repórter viajou a convite do evento

Leia tudo sobre: culturaTiradentesfestivalgastronomia