Nasce em BH uma nova geração de bluezeiros satisfeitos

Blues invade Belo Horizonte e Brumadinho em sexta edição de festival heterogêneo do gênero

iG Minas Gerais | Deborah Couto |

Zé Pretim é um dos músicos que vai se apresentar no festival
Bruno Marquez
Zé Pretim é um dos músicos que vai se apresentar no festival

Amantes do blues têm programa para a próxima semana. Começa hoje o Horizonte Blues Festival, que acontece em BH e Brumadinho e vai até 30 de agosto.

A festa de lançamento, que acontece no Stonehenge Rock Bar, conta os shows de Vasco Faé & Adriano Grineberg e Ze Pretim e Blues convida Alexandre Araujo & Hilmara Fernandes. As apresentações posteriores serão no Cine Theatro Brasil Vallourec. Em Brumadinho, os shows de Shellão & Lobo Blues Band e Maletta acontecem nos próximos dias 29 e 30, no Barracão Antiguidades & Artes.

Baterista de blues e produtor do festival, Aristóteles Caetano acredita no poder desse estilo, especialmente em Minas Gerais. Ele o apelidou, carinhosamente, de blues pão de queijo. “O festival tem um público jovem e entusiasta do gênero. Mas também há a velha guarda. Me orgulha ver gente de toda a família acompanhando os shows. Há também muitas pessoas jovens produzindo blues. Então, o público também se torna autor”, afirma Caetano, que aponta a cidade de Belo Horizonte como uma facilitadora desse processo.

Em sua sexta edição, o Horizonte Blues Festival, segundo seu produtor, tem se profissionalizado cada vez mais. “É um processo natural. O público exige que as bandas tenham um material a apresentar, vendam CDs, EPs. Quem vai aos shows quer consumir em casa o que é tocado ali”, diz Caetano, que fala também do crescimento do festival. “Quando abri as inscrições para os músicos, recebi mais de 50 propostas”, diz. “Havia desde músicos com mais de 30 anos de estrada a bandas formadas há um mês. Mas nãos os julgo por esse critério. Me interessa a qualidade da música que executam”, diz.

Aristóteles Caetano lembra ainda que seu festival abriga blues de todas as vertentes. Há o rock and roll tradicional, mas também sons mais jazzísticos, cantoras com voz melodiosas, que fazem cover de Aretha Franklin e Etta James, e bluezeiros caipiras, de música brasileira. Ele ainda faz questão de lembrar: “Há duas bandas jovens com repertório fresquinho, só de músicas inéditas”, diz. Confira a programação completa em www.horizontebluesfestival.com.br

Agenda

O que. Festa de abertura Horizonte Blues Festival

Onde. Hoje, no Stonehenge Rock Bar (rua Tupis, 1.448, Barro Preto)

Quando. Hoje, às 21h

Quanto. R$ 20

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave