A voz da Massa

iG Minas Gerais |

Saudações alvinegras. Se até os jogadores estão dizendo que uma vitória hoje é uma obrigação, eu não preciso dizer mais nada. Apenas ressalto que esse senso de dever dos jogadores é bom, pois mostra que eles sentiram a apresentação apática do último jogo e querem se redimir diante da torcida, em cima do Internacional. Mas a redenção não significa só ganhar o jogo. É preciso que os jogadores mudem a atitude mostrada contra o Flamengo e provem que estão realmente motivados e interessados em permanecer no Galo. A tônica de hoje tem que ser garra, raça e gana. Como se dizia no meu tempo, “disputar cada bola como se fosse um prato de comida”. Assim a vitória é quase certa. Então tá combinado: em campo os jogadores do Galo vão correr e se dedicar ao extremo; da arquibancada a Massa vai apoiar sem limites. Vai pra cima deles, Galo! A voz Celeste O jogo mais difícil é sempre o próximo. Mesmo com o adversário de amanhã estando com a corda no pescoço, temos que ter respeito com o Goiás no Serra Dourada. Agora é subir um degrau de cada vez e ter cuidado fora das quatro linhas, porque a imprensa do Brasil, a CBF, enfim, todos não estão engolindo o Cruzeiro tetracampeão brasileiro. Os erros de arbitragem contra o nosso time foram escandalosos em vários jogos. Por que só contra a gente? Com todo respeito aos esmeraldinos de Goiás, temos time para vencer fora de casa, e a obrigação da vitória é toda nossa. Creio em um campeonato mais difícil neste ano, pois em 2013 ninguém conhecia a força do Cruzeiro. Agora viramos a bola da vez para os rivais de todo o país. Temos que lembrar que o maior de Minas tem oito jogos sem derrota no campeonato mais difícil do planeta.  Avacoelhada Pelas oitavas de final da Taça BH, o Coelhãozinho sub-20 vai enfrentar o Londrina, às 10h45, em Manhuaçu. O gol sofrido no último minuto contra o Vasco poderia ter provocado a eliminação do América na primeira fase. Por isso, sempre é bom destacar que o principal objetivo das categorias de base é promover o maior número possível de atletas qualificados, mas ainda em processo de formação, e que esse desenvolvimento também precisa continuar no profissional. Apesar de Xavier ter sido destacado na transmissão da Rádio Montanhesa, quando enfrentou o Vasco, dos gols marcados por Rubens e Bruno Sávio e de Renatinho ser o artilheiro do Mineiro, essas competições são mais importantes na qualificação dos jogadores que estão no primeiro e no segundo ano dos juniores. Os nascidos em 94 deveriam participar de um estágio no time principal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave