Basquete do Brasil ganha da Eslovênia na prorrogação

Time de Magnano quase repetiu roteiro do dia anterior, mas por muito pouco conseguiu bater adversários por 88 a 84

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Tiago Splitter foi o cestinha do Brasil no jogo
Divulgação/CBB
Tiago Splitter foi o cestinha do Brasil no jogo

A seleção brasileira masculina de basquete repetiu o roteiro do dia anterior, quando desperdiçou uma enorme vantagem e acabou perdendo da Lituânia, mas, dessa vez, conseguiu ganhar da Eslovênia, nesta sexta-feira, pela segunda rodada do torneio amistoso que acontece na cidade eslovena de Ljubljana. Para isso porém, o Brasil precisou da prorrogação, ganhando dos anfitriões por 88 a 84.

Na estreia de quinta-feira, o Brasil chegou a abrir 17 pontos de vantagem no segundo quarto, mas sofreu um apagão nos dois últimos períodos e perdeu para a Lituânia 64 a 61. Diante da Eslovênia, o cenário foi parecido, mas terminou com um final feliz para a seleção brasileira.

Mesmo sem contar com o ala Leandrinho, poupado por causa de uma inflamação na garganta, o Brasil chegou a abrir 19 pontos de vantagem sobre a Eslovênia no terceiro quarto. Mas voltou a vacilar e permitiu a reação adversária. Comandado por Goran Dragic, que tem brilhado com a camisa do Phoenix Suns na NBA, o time da casa passou a liderar o placar no último período e estava perto da vitória.

O Brasil, porém, conseguiu levar a partida para a prorrogação graças a um tapinha salvador de Anderson Varejão quando restavam apenas dois segundos para o final, definindo o placar de 74 a 74. Aí, no tempo extra, a seleção retomou o controle das ações e garantiu a vitória por 88 a 84. Para isso, voltou a contar com um ótimo jogo de garrafão, que tem sido a principal característica dessa equipe.

Com força dentro do garrafão, os destaques individuais brasileiros foram os pivôs Tiago Splitter, com 18 pontos e seis rebotes, e Anderson Varejão, com 16 pontos e quatro rebotes. Mas a seleção voltou a falhar muito nos lances livres, com apenas 45% de aproveitamento nesta sexta-feira. Do lado esloveno, o cestinha foi Prepelic, com 19 pontos, enquanto Dragic terminou com 18 pontos.

Neste sábado, o Brasil enfrenta o Irã no encerramento do quadrangular na Eslovênia. Depois, a equipe já viaja para a Espanha, onde ainda faz um amistoso contra o México antes da estreia no Mundial. O primeiro jogo dos brasileiros no campeonato será no dia 30 de agosto, com a França, em Granada.

Leia tudo sobre: basquetebrasileslovêniaprorrogaçãolituâniaamistoso