Quase sete mil eleitores se inscreveram para votar em trânsito em MG

A modalidade, que só permite o voto para presidente e vice-presidente da República, possibilita que o eleitor que esteja fora do seu domicílio eleitoral vote em outro local

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

De acordo com a Justiça Eleitoral, quase 7 mil eleitores solicitaram ao órgão a habilitação para votar em trânsito no primeiro turno. O prazo começou no dia 15 de julho e terminou nessa quinta-feira (21).

Em Minas Gerais, as cidades que receberão seções com voto em trânsito são Belo Horizonte, Contagem, Uberlândia, Betim, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba e Governador Valadares. 

A modalidade, que só permite o voto para presidente e vice-presidente da República, possibilita que o eleitor que esteja fora do seu domicílio eleitoral vote em outro local, mesmo sem ter solicitado a transferência do título.

Do total de eleitores mineiros, 12.104 foram cadastrados para votar fora do seu domicílio eleitoral (município onde está inscrito) no primeiro turno e 11.583 no segundo turno.

Para votar em trânsito é preciso que o eleitor esteja com a situação regular no cadastro eleitoral e apresente um documento oficial com foto. Uma vez cadastrado nessa modalidade, o eleitor ficará automaticamente apto a votar no local onde informou que estará no dia do pleito, mas será desabilitado para votar na sua seção de origem. Quem votar em trânsito para presidente já cumprirá seu dever de votar junto à Justiça Eleitoral, não precisando se justificar por não votar nos outros cargos em disputa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave