A volta de Kadu

iG Minas Gerais | Giselle Ferreira |

Hedla Lopes, Kadu Moliterno e Carlos Simões são protagonistas da trama 'Os Divorciados'
GENILSON COUTINHO/DIVULGAÇÃO
Hedla Lopes, Kadu Moliterno e Carlos Simões são protagonistas da trama 'Os Divorciados'
Como a maioria das histórias de amor, a de Jonas tem início com um casal apaixonado. Depois de muito procurar, ele pensa ter encontrado a mulher perfeita para constituir sua família ao fim do espetáculo “Os Homens Querem Casar e as Mulheres Querem Sexo” (2008). O sucesso de bilheteria, que levou mais de 1,5 milhão de pessoas ao teatro, acabou rendendo uma trilogia, que pretende revelar as várias etapas do relacionamento de Jonas.    Com o passar do tempo, as ilusões do rapaz foram se perdendo e dando espaço a dias menos cor-de-rosa, até que o assunto divórcio veio à tona. O desgaste e a desilusão retratados na segunda parte da trama, “Minha Mulher Não é Minha Chefe” (2013), é a causa da separação que “Corra Que A Minha Ex-Mulher Vem Aí... Os Divorciados” ilustra. O desfecho da história, que também tem direção de Carlos Simões, entra em cartaz dias 30 (sábado) e 31 (domingo), no Teatro Bradesco.   Num dia de greve geral do transporte público, a comédia se passa numa blitz da Lei Seca e em meio a todo o engodo do divórcio, eis que aparece Kadu Moliterno no papel do pivô do término. Há 25 anos longe dos palcos, o ator volta ao teatro por acreditar no tema, no personagem e no gênero. “Quando li o texto me encantei. Demorei a voltar ao teatro por não ter encontrado nada que me motivasse antes. A peça me proporciona exatamente o que eu queria fazer: tratar de assuntos sérios de maneira bem-humorada. Me sinto muito à vontade fazendo comédias, além disso, meu personagem diz tudo o que eu penso: um homem não deve passar pela vida sozinho”, conta Kadu, lembrando que as brigas de ego são as causas mais recorrentes das separações.    “Carlos pesquisou e descobriu também que é a mulher quem mais toma as iniciativas para acabar com tudo. A mensagem que a peça passa é que é melhor um mau acordo do que um fim”, conclui, ressaltando que ninguém é perfeito e que os relacionamentos, portanto, também não são – mas valem a pena.   Cinema   Em 2015, vai às telonas um compêndio da trilogia, bem como um projeto que há oito anos Kadu e André di Biase tentam viabilizar. “A Última Aventura” narra o encontro de Juba e Lula, de “Armação Ilimitada”, amigos que não se viam há 30 anos. O circuito ilegal de lutas é o tema do longa, que tem produção da Globo Filmes. A direção ficará a cargo de Edgard Miranda, e o roteiro é da portuguesa Mafalda Rodiles, que nunca assistiu a nenhum episódio do seriado. “O distanciamento dela foi o que nos encantou, já que não queremos uma continuação de ‘Armação’. Aquele tempo não volta, agora é outra história”, diz Kadu.   Corra Que a Minha Ex-Mulher Vem Aí... Os Divorciados Dir. Carlos Simões.  Com Carlos Simões, Kadu Moliterno e Hedla Lopes Teatro Bradesco (r. da Bahia, 2.244, Lourdes, 3516-1360). Sábado (30), às 21h, e domingo (31), às 20h. R$ 60 (inteira).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave