OMS lança estratégia para combater ebola nos próximos meses

"O documento detalha a estratégia da OMS e dos parceiros de saúde nos próximos seis a nove meses", disse a porta-voz da OMS Fadela Chaib em entrevista coletiva

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A OMS (Organização Mundial da Saúde) lançou nesta sexta-feira (22) uma estratégia de luta contra o surto de ebola na África Ocidental para os próximos seis a nove meses.

Mais de 1.300 pessoas morreram neste ano no pior surto desde que o vírus da doença foi descoberto em 1976.

"A OMS está trabalhando em um mapeamento do ebola, é um documento operacional de como combater a doença", disse a porta-voz da OMS Fadela Chaib em entrevista coletiva.

"O documento detalha a estratégia da OMS e dos parceiros de saúde nos próximos seis a nove meses", disse.

Chaib afirmou ainda que não se sabe quanto tempo a epidemia vai durar. O surto é declarado encerrado em um país se, em dois períodos de incubação (42 dias), nenhum caso for confirmado, disse ela.

A porta-voz disse que a OMS deve divulgar detalhes do plano na próxima semana.

Novos casos

A Nigéria confirmou dois novos casos de ebola. O número total de casos registrados no país é agora 14, segundo o ministro da Saúde Onyebuchi Chukwu.

Há suspeitas de que pessoas que morreram na República Democrática do Congo estivessem infectados pelo ebola.

Treze pessoas morreram vítimas de uma febre hemorrágica "de origem indeterminada" desde o dia 11 de agosto no noroeste do país -onde foi descoberto o vírus ebola.

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 80 pessoas que mantiveram contato com as vítimas estão sendo atendidas em casa em quatro áreas sanitárias delimitadas, em Boende Moke, Lokolia, Watsikengo e Lokula", situadas no território de Boende, província do Equador, disse o doutor Numbi.

Leia tudo sobre: OMSEbolaplanomortesinfectadosepidemiasurtoÁfricaestratégiacombatedoençamundo