Sada Cruzeiro coloca cinco na convocação do Brasil sub-22

Todos os chamados já integram o elenco adulto e devem ganhar mais chances neste ano

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Em alta. Leozinho, Alan, Éder Levi e Kadu, além de Cachopa (que não está na foto), foram convocados para disputar o Sul-Americano
JOAO GODINHO / O TEMPO
Em alta. Leozinho, Alan, Éder Levi e Kadu, além de Cachopa (que não está na foto), foram convocados para disputar o Sul-Americano

A força de jovens talentos do Sada Cruzeiro continua servindo para a seleção brasileira de vôlei. Dos 15 jogadores convocados pelo técnico Rubinho para a disputa do Sul-Americano sub-22, cinco são do time celeste. A competição internacional acontece entre 7 e 12 de outubro, em Saquarema (RJ), e vale vaga no Mundial sub-23.  

O oposto Alan, o central Éder Levi, os pontas Kadu e Leozinho e o levantador Fernando Cachopa foram chamados e irão se apresentar no dia 7 de setembro, no Centro de Treinamento, na cidade que sediará a competição.

Todos eles disputaram, na última temporada, a Superliga B pelo Sada-Funec-Contagem, competição em que o time chegou à decisão, mas acabou sendo eliminado após recurso do Voleisul-Paquetá Esportes, em virtude da utilização de jogadores tanto na divisão de acesso como na Superliga A.

O fato de um terço do elenco verde-amarelo ser do Sada Cruzeiro reforça o bom trabalho que as categorias de base do clube desenvolvem há alguns anos. Na categoria juvenil, por exemplo, o time é o atual campeão da Taça Paraná, principal torneio da categoria no país. A tendência, para esta temporada, é que esses jovens recebam mais tempo de quadra, acompanhando um trabalho gradativo de dar a eles mais oportunidades.

“Acho difícil algum clube brasileiro ter esse número de jogadores nas seleções de base integrando o elenco adulto. São garotos de muito talento, e mantemos essa preocupação de continuar trabalhando para sua formação, abrindo portas para o futuro”, relata o diretor do time, Flávio Pereira, ressaltando o ganho de maturidade adquirido pelos jogadores na competição de acesso na última temporada.

Chance. O central Éder Levi acredita que seu trabalho será recompensado em breve. Ele espera ser chamado pelo técnico Marcelo Mendez e corresponder às expectativas no time principal.

“É preciso estar preparado para aproveitar as oportunidades que aparecerem. Com a presença do outro Éder na seleção, tenho uma chance maior de jogar, quem sabe, na estreia do Mineiro”, indica Levi, referindo-se ao jogo da próxima quinta-feira, diante do Montes Claros.

Jovens opções

De prontidão. Dois dos jovens que podem ter maior espaço serão os levantadores Cachopa e Lucas Salim. Eles contam com a saída do concorrente Vinhedo para ganhar mais visibilidade.

Equipe será patrocinada pela prefeitura de Contagem A parceria entre Sada Cruzeiro e a cidade de Contagem ganhou um reforço ainda maior. A partir de agora, o nome do município na região metropolitana de Belo Horizonte estará estampado na camisa do atual campeão brasileiro. O acordo foi firmado nesta quinta, na prefeitura da cidade, e contou com a presença do prefeito Carlin Moura e de representantes do time, como jogadores e membros da comissão técnica e diretoria. O Sada Cruzeiro manda seus jogos no ginásio do Riacho, que costuma contar com boa presença de público a cada confronto. “Nossa equipe se sente em casa, e a cidade se identificou com o time. É uma integração muito bacana, e foi aqui que despontamos para um período de grandes conquistas”, indica o técnico Marcelo Mendez.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave