Marcelo Oliveira comemora vitória da persistência em jogo encardido

Treinador pontuou as dificuldades do Cruzeiro e disse que é necessário "produzir bem para descomplicar o jogo"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mudanças de Marcelo Oliveira surtiram efeito, e a Raposa conquistou mais uma vitória no Gigante
douglas magno
Mudanças de Marcelo Oliveira surtiram efeito, e a Raposa conquistou mais uma vitória no Gigante

Em um jogo bastante acirrado, com o Grêmio bem postado na marcação, e criando dificuldades no ataque, o Cruzeiro precisou, mais do que o talento de seus jogadores, de muita persistência para garantir a suada vitória que o deixou folgado na tabela do Brasileirão. A paciência da Raposa foi enaltecida pelo técnico Marcelo Oliveira em sua análise do confronto.

O comandante celeste pontuou as falhas cometidas pelo Cruzeiro, que o colocou em situação perigosa em alguns momentos jogo, e exaltou a qualidade do adversário, que acabou vendendo a vitória caro. Oliveira não quis polemizar, mas não deixou de criticar a postura do Grêmio, que catimbou durante todo o segundo tempo, mas reclamou acintosamente quando a Raposa marcou o gol nos minutos finais e tentou 'cozinhar' o jogo.

“A qualidade do Grêmio, pelo comando do Felipão, o grupo que tem, vieram fechados, mas atacaram com muito perigo. Aproveitaram alguns erros nossos, e com paciência e luta, com o segundo tempo mais no campo do adversário, fomos martelando e conseguimos uma bela vitória, muito valorizada. Vai ser sempre assim, todo mundo correndo muito contra o Cruzeiro. Aqui no Mineirão, os adversários demoram muito a bater lateral, tiro de meta. E depois que fizemos o gol reclamaram”, avaliou.

Quando o time celeste bobeou, a defesa, e, sobretudo, o goleiro Fábio apareceram bem para corrigir o erro e manter o Cruzeiro imbatível dentro de casa neste campeonato. Marcelo Oliveira tratou de minimizar as falhas e dar os méritos à equipe, que, mesmo sem o brilhantismo visto em outros jogos no Mineirão, soube ter equilíbrio para buscar o resultado positivo.

“Naturalmente, todo jogo tem suas dificuldades, nós é que temos que produzir bem para descomplicar o jogo. Foi difícil, foi perigoso, mas o Cruzeiro fez o que faz sempre quando o time se propõe a jogar, ser ofensivo, ir para o ataque. Cedemos contra-ataques, isso está calculado, por isso temos uma zaga incrível, um goleiro excepcional, e vamos seguir assim para somar pontos”, destacou.

O próximo desafio do Cruzeiro será neste domingo, às 18h30, contra o Goiás, no estádio Serra Dourada, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposamarcelo oliveiratecnico