Guarda Nacional vai sair de Ferguson

Desde que a Guarda chegou a Ferguson, na segunda-feira, agitações noturnas em St. Louis começaram a diminuir

iG Minas Gerais |

Ferguson, EUA. O governador do Missouri, Jay Nixon, ordenou nesta quinta a retirada da Guarda Nacional do subúrbio de St. Louis, em Ferguson, onde tensões raciais causaram enfrentamentos entre a comunidade e a polícia local desde que o adolescente negro Michael Brown foi assassinado por um policial branco, no último dia 9.  

Nixon anunciou o que ele chamou de “retirada sistemática” dos agentes da Guarda, já que, enquanto eles retomavam a ordem na cidade, outros órgãos trabalhavam para restaurar a confiança entre a polícia local e os moradores, tornando a situação mais controlada.

Desde que a Guarda chegou a Ferguson, na segunda-feira, agitações noturnas em St. Louis começaram a diminuir. Os confrontos do último mês resultaram na prisão de pelo menos 163 pessoas. Na noite da última quarta-feira, houve manifestações, mas o clima já era mais tranquilo.

O procurador geral dos Estados Unidos, Eric Holder, procurou tranquilizar a população de Ferguson afirmando que compreende a desconfiança em relação à polícia. Holder também se encontrou com agentes federais que estão cuidando das investigações sobre a morte de Michael.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave