Menino tem mãos de 13 quilos e 33 centímetros

"Não posso ir à escola porque o professor diz que outras crianças têm medo de mim", diz Kaleem, de oito anos, que vive na Índia com os pais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Kaleem vive com a família em região humilde, na Índia
Barcroft Media/Other Images
Kaleem vive com a família em região humilde, na Índia

Aos 8 anos de idade, Kaleem é portador de uma doença rara que ainda é mistério para os médicos, na Índia. Ao longo do seu crescimento, suas mãos aumentaram de tamanho fora da proporção normal, chegando a pesar juntas 13 quilos. A mão maior mede 33 centímetros, considerando desde a ponta do dedo médio até a base da palma.  Além das mãos gigantes, o menino também tem um inchaço no peito.

O diagnóstico mais próximo realizado pelos médicos é de que o menino sofra de uma inflamação no sistema linfático ou tenha algum tipo de tumor benigno, que faça o organismo produzir mais tecido do que o normal. 

Kaleem, que vive com os pais em uma região pobre da Índia, tem problemas para realizar tarefas simples como comer, tomar banho e, também, não pode frequentar a sala de aula.

"Não posso ir à escola porque o professor diz que outras crianças têm medo de mim. Muitos delas fazem bullying comigo", disse Kaleem, em vídeo publicado pela imprensa indiana.

Os pais do garoto buscam ajuda para dar melhores condições de vida ao filho. Mas, por enquanto, conseguiram somente levá-lo a um médico da região. Segundo os médicos, Kaleem é uma criança saudável que tem o funcionamento perfeito do coração e pulmões. Entretanto, se suas mãos continuarem a crescer, ele pode ter problemas no futuro, sobrecarregando o sistema cardiovascular. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave