Dupla estreante se destaca em etapa polonesa do Circuito Mundial

Brasileiros Pedro Solberg e Álvaro Filho estrearam a parceria com duas vitórias seguidas e ficaram perto da vaga na fase eliminatória da competição

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Os brasileiros Pedro Solberg e Álvaro Filho, que acabaram de formar dupla visando os Jogos Olímpicos de 2016, se destacaram nesta quinta-feira no Grand Slam da Polônia, etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia. Jogando na cidade de Stare Jablonki, eles estrearam a parceria com duas vitórias seguidas e ficaram perto da vaga na fase eliminatória da competição.

Eles começaram o dia vencendo os alemães Sebastian Dollinger e Lars Fluggen por 2 sets a 1, com parciais de 24/22, 21/23, 15/11. Depois, superaram os brasileiros naturalizados catarianos Tiago e Jefferson Santos por 21/15 e 21/13), em apenas 34 minutos.

"Foi um dia muito bom. Eu e o Álvaro estamos em uma sintonia muito forte dentro e fora de quadra. Nossos objetivos são os mesmos e estamos somando forças", disse Solberg, ao comentar a estreia da dupla. "Acredito que podemos crescer ainda mais na competição e, quem sabe, sair com um ótimo resultado da Polônia" disse Pedro Solberg.

Com os dois triunfos, Solberg e Álvaro Filho garantem uma vaga direta na fase eliminatória se venceram o jogo restante do grupo nesta sexta, contra os norte-americanos Lucena e Doherty. Se perderem, ainda terão a chance de buscar a classificação na repescagem, no mesmo dia.

A equipe brasileira masculina também está sendo representada na Polônia por Alison/Bruno Schmidt, Evandro/Vitor Felipe e Márcio e Ricardo, que se juntaram apenas para jogar esta etapa. As duas primeiras duplas venceram uma e perderam outra, enquanto Márcio e Ricardo sofreram duas derrotas nesta sexta.

Alison e Bruno Schmidt iniciaram o dia perdendo para os poloneses Kosiak e Rudol por 21/14 e 24/22. Em seguida, reagiram com um triunfo sobre os canadenses Schalk e Saxton por 2 a 1, parciais de 19/21, 22/20 e 15/11.

Evandro e Vitor Felipe repetiram o mesmo roteiro dos compatriotas. Eles foram derrotados pelos austríacos Doppler e Horst por 21/18, 19/21 e 07/15), mas se recuperaram na sequência vencendo os russos Liamin e Barsouk por 21/16 e 21/11.

Já Márcio e Ricardo foram superados pelos poloneses Kadziola e Szalankiewicz (15/21, 21/18 e 15/10) e pelos alemães Erdmann e Matysik (21/19 e 21/13). Apesar dos tropeços, eles ainda têm chance de avançar na etapa, através da repescagem.