Ancelotti revela que Di María pediu para deixar o Real Madrid

Despedida do argentino deve ser anunciada nos próximos dias e o Manchester United aparece como destino mais provável

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

MARCELLO ZAMBRANA/NOVA FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
undefined

O futuro do argentino Ángel di María parece mesmo estar longe do Santiago Bernabéu. Depois de muita especulação da imprensa europeia sobre uma possível negociação do meia do Real Madrid, o técnico Carlo Ancelotti veio a público nesta quinta-feira e confirmou que o jogador pediu para deixar o clube. A saída deve ser selada nos próximos dias e o Manchester United aparece como destino mais provável.

"O Di María pediu para sair durante o verão (europeu) e recusou a renovação. Estamos em busca de uma solução para ele", disse o treinador, que, no entanto, garantiu que segue contando com o argentino enquanto o caso não for encerrado. "Ele é jogador do Real Madrid até o fim do mercado. Me surpreende ler que há discrepância entre o que penso e o que pensa o clube, não há nenhuma discrepância. Pensamos o mesmo desta situação."

Di María foi um dos principais destaques do Real Madrid na última temporada, principalmente na reta final da Liga dos Campeões, quando Cristiano Ronaldo sofria com lesões e estava longe de sua forma física ideal. O argentino assumiu a responsabilidade e levou a equipe ao título da competição. Mas ele teria se sentido desprestigiado com a contratação de James Rodríguez após a Copa do Mundo, o que aumentou a concorrência por uma vaga entre os titulares.

Nos dois primeiros jogos oficiais do time madrilenho na temporada, Di María começou no banco de reservas. Após o empate por 1 a 1 diante do Atlético de Madrid, terça-feira, na primeira partida da final da Supercopa da Espanha, o técnico do rival, Diego Simeone, chegou a dizer que não entendia como o argentino podia não ser titular, já que tratava-se do "melhor jogador do Real".

Ancelotti comentou sobre as declarações do colega de profissão e minimizou. "Não me incomodou em nada as palavras de Simeone sobre Di María. Cada um fala o que pensa e ele deu sua opinião. Quando terminar o mercado, se o jogador estiver aqui trabalhará e jogará conosco como no ano passado. Não há problema. Todos os jogadores podem ser titulares."

Di María, de 26 anos, chegou ao Real Madrid vindo do Benfica após a Copa do Mundo de 2010. Apesar do potencial, demorou para se firmar entre os titulares e somente nas últimas duas temporadas desempenhou o futebol que todos esperavam dele. Além do Manchester United, o Paris Saint-Germain chegou a manifestar interesse em contratá-lo recentemente, mas o clube inglês parece mesmo ser o seu destino.