Graça e Cerveró doaram imóveis para fugir de bloqueio

TCU adiou sessão que decidiria sobre impedimento dos bens

iG Minas Gerais |

Patrimônio. Presidente da Petrobras repassou apartamentos e casa na praia com direito de usufruto
LULA MARQUES
Patrimônio. Presidente da Petrobras repassou apartamentos e casa na praia com direito de usufruto

BRASÍLIA. A presidente da Petrobras, Graça Foster, e o ex-diretor da Área Internacional da estatal Nestor Cerveró doaram imóveis a parentes após estourar o escândalo sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, como mostram registros em cartório obtidos pelo jornal “O Globo”. A movimentação envolve apartamentos em áreas valorizadas do Rio de Janeiro. Ao tomar conhecimento da notícia divulgada pelo veículo, os ministros do Tribunal de Contas da união (TCU) decidiram suspender a sessão que analisaria o bloqueio de bens de ex-dirigentes da Petrobras.

Os bens mudaram de mãos antes de TCU determinar o bloqueio do patrimônio de 10 gestores da Petrobras apontados como responsáveis por um prejuízo de US$ 792,3 milhões na compra da refinaria. O bloqueio foi determinado no dia 23 de julho justamente para garantir que os bens não sejam movimentados pelos gestores e possam garantir o ressarcimento aos cofres da estatal.

O Palácio do Planalto opera para que a presidente da Petrobras não seja atingida pelo bloqueio dos bens. O advogado geral da União, Luís Inácio Adams, que fez a defesa de Graça Foster em plenário, disse que a doação de imóveis por parte da presidente da Petrobras após a divulgação dos prejuízos envolvendo a compra da refinaria não configura fuga patrimonial. “A presidente Graça Foster tem um patrimônio construído de muitos anos. Com certeza toda a atividade dela é absolutamente tranquila, transparente e legalmente justificada”, disse o ministro, ao deixar a sessão. Para ele, caso fosse confirmada qualquer tentativa de se desfazer do patrimônio, a medida poderia ser reversível.

Os documentos oficiais obtidos pela reportagem revelam que, em 20 de março deste ano, Graça doou “com reserva de usufruto” um apartamento em Rio Comprido a Flávia Silva Jacua de Araújo, tendo Colin Silva Foster como interveniente. No mesmo dia, a presidente da Petrobras fez uma doação semelhante a Flávia e a Colin de um imóvel na Ilha do Governador. Graça ainda fez uma “doação com reserva de usufruto” a Colin em 9 de abril deste ano. Trata-se de um imóvel na Praia de Manguinhos, com direito a uma vaga de garagem.

Cerveró, por sua vez, doou três apartamentos a dois filhos em Ipanema, na Zona Sul carioca, a parentes 45 dias antes de o TCU determinar o bloqueio de seus bens e de mais nove gestores da Petrobras.

Defesa

Justificativa. O advogado de Cerveró, Edson Ribeiro, disse que a doação dos apartamentos aos filhos do ex-diretor da Petrobras não tiveram o objetivo de dissimular a propriedade dos bens.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave