Thiago Pereira desiste dos 400m medley no Pan-Pacífico

Atleta prefere não competir desgastante prova para entrar com mais força em outras disputas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados  e novas conquistas na sequência da temporada
CBDA/DIVULGAÇÃO
Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados e novas conquistas na sequência da temporada

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) confirmou nesta quarta-feira a ausência de dois atletas de provas masculinas do Pan-Pacífico de Natação, que começará a ser disputado nesta quinta, na Austrália. E uma delas será a de Thiago Pereira, que desistiu de disputar os 400 metros medley, prova na qual conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. A entidade também confirmou que Thiago Simon ficará fora dos 200 metros medley, assim como confirmou a ausência da equipe brasileira masculina e feminina dos 4x200m livre.

Thiago Pereira acabou descartando nadar nesta prova na qual conquistou o sonhado pódio olímpico ao temer o desgaste que implicaria a sua participação na mesma, tendo em vista o fato de que ele ainda irá cair na piscina para os 100 metros costas nesta quinta, para os 100 metros borboleta no sábado e os 200 metros medley no domingo.

"Esta (400 metros medley) é uma prova muito desgastante e no ano que vem devo estar nela pelos Jogos Pan-Americanos, procurando aumentar meu recorde de medalhas de ouro na competição. Mas, agora, levando em conta ainda que está marcada para sexta-feira, dia previsto pra ser o mais frio e chuvoso do campeonato, achei melhor não entrar", justificou Thiago Pereira.

O Pan-Pacífico será disputado entre quinta e domingo, na Austrália, e o Brasil terá como principal ausência o campeão olímpico Cesar Cielo, que optou por participar do Open de Paris e decidiu dar mais atenção às provas em piscinas de 25 metros, já visando a sua participação em dezembro no Mundial de Piscina Curta, em Doha, no Catar.

Esta competição na Austrália é vista como a mais importante do ano dentro do ciclo olímpico que mira os Jogos de 2016, no Rio, e o Brasil acumula dez medalhas ao total em seu histórico de participações no evento. Foram duas de ouro, duas de prata e seis de bronze na competição, sendo duas obtidas em Victoria, no Canadá, em 2006, e as outras oito na última edição, em Irvine, nos Estados Unidos, em 2010.

Neste primeiro dia de disputas em Gold Coast, o Brasil competirá nos 200m livre masculino, com João de Lucca e Nicolas Nilo Oliveira; nos 100m costas feminino, com Etiene Medeiros; nos 100m costas masculino, com Fábio Santi, Guilherme Guido e Thiago Pereira; e com Leonardo de Deus nos 200m borboleta. Já nas provas femininas dos 200m e 800m livre, além das 200m borboleta, e na masculina dos 1500m livre o País não contará com nenhum representante.