América pode ter até quatro desfalques no jogo da sexta-feira

Além de Willians, suspenso, Pablo, Mancini e Ricardinho ainda dependem de reavaliação médica

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO AMÉRICA
undefined

Além do meia-atacante Willians, que terá de cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Moacir Júnior corre o risco de não poder contar com o lateral-direito Pablo, o meia Mancini e o atacante Ricardinho para o jogo desta sexta-feira, na Arena Independência, contra a Ponte Preta.

Na vitória por 2 a 0 sobre o Luverdense, Mancini deixou o campo reclamando de um desconforto no adutor da coxa direita, Ricardinho foi substituído depois de levar uma pancada no tornozelo direito e Pablo saiu de campo com uma suspeita de fratura no cotovelo do braço esquerdo.

O caso mais grave é o do lateral-esquerdo Pablo. Ele foi examinado pelo médico Cimar Eustáquio ainda no vestiário do Independência e se queixava das fortes dores. O jogador foi medicado e na manhã desta quarta-feira iria passar por novos exames.

“Ele está medicado e vamos examiná-lo novamente. No exame clínico, não identifiquei nenhuma fratura ou luxação. Parece ter sido uma contusão. De qualquer forma, temos que aguardar a evolução para um diagnóstico mais preciso”,  afirmou Cimar Eustáquio, que também manteve a cautela sobre as situações do meia Mancini e do atacante Ricardinho.

“O Mancini pediu a substituição temendo agravar uma situação, mas não parece ser problema. Já o Ricardinho sofreu uma forte pancada no tornozelo e até chegou a voltar para o jogo, mas a dor persistiu”, declarou o médico, que vai reexaminar os atletas na reapresentação do grupo prevista para a tarde desta quarta-feira, no CT Lanna Drumond.