Tempo instável deve continuar até o fim de semana, mas sem chuva

Sensação de frio continua, mas a partir deste domingo as temperaturas devem se manter elevadas; o tempo se mantém seco e desperta o estado de alerta pela Defesa Civil

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Antigo CGP tem atendido em média 50 crianças a mais todos os dias
CHARLES SILVA DUARTE
Antigo CGP tem atendido em média 50 crianças a mais todos os dias

Os próximos dias devem ser instáveis em relação ao clima de Belo Horizonte e região metropolitana (RMBH). A previsão é que as noites e madrugadas continuem frias, mas durante a tarde, as temperaturas devem continuar altas. É tempo de andar com um casaquinho na bolsa e beber muita água, já que a umidade relativa do ar está em 30%, o que significa estado de alerta de baixa umidade, de acordo com a Defesa Civil.

Segundo o meteorologista Heriberto dos Anjos, do Instituto TempoClima Puc Minas, a previsão do tempo para esta quarta-feira (20) é de 13º a temperatura mínima, e 27º a máxima. Isso quer dizer que a alternância entre os picos de calor e frio é contrastante, devido, principalmente, a sensação de frio por causa dos ventos.

O clima deve continuar assim até pelo menos este domingo (24), quando as temperaturas devem voltar a subir e se manter elevadas sem contrastes, devido  a proximidade com a primavera. Até esta data, não há previsão de chuva, o que deve acontecer apenas com a chegada da primavera, em setembro.

Quanto a umidade relativa do ar, ela continua em 30%, denotando o tempo seco. Isso se deve a uma massa de ar seco que está atuando na região sudeste do país. Em casos de baixa umidade a Defesa Civil recomenda evitar atividades ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e 17h, especialmente entre as 14h e 16h.

Outras orientações são:

- Beber bastante água e sucos naturais, para evitar a desidratação;

- Preferir alimentos leves e frescos, como saladas, frutas e carnes grelhadas;

- Evitar frituras;

- Dormir em local arejado e umedecido por aparelhos umidificadores, ou com a colocação de uma bacia com água;

- Evitar banhos com água muito quente, pois ressecam ainda mais a pele;

- Em caso de problemas respiratórios, procurar atendimento médico.

A Defesa Civil informa, também, que o tempo seco aumenta o risco de incêndios em matas. “Recomenda-se não fazer fogueiras nas proximidades de matas e florestas", diz o órgão.

Além disso, os motoristas que trafegarem por regiões sujeitas a incêndios deverão ter atenção redobrada devido à visibilidade reduzida pela fumaça, e em hipótese nenhuma, jogar pontas de cigarros para fora dos veículos.

Em caso de incêndio em mata ou floresta, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros (193), Defesa Civil (199) ou Polícia (190).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave