Fifa nega recurso e Barça não poderá contratar em 2015

Time espanhol ainda recebeu uma multa de 450 mil francos suíços, cerca de R$ 1,1 milhão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A Fifa anunciou nesta quarta-feira que rejeitou o pedido de apelação do Barcelona contra a pena de um ano impedido de realizar contratações como punição por causa de irregularidades na contratação de jogadores menores de 18 anos. Como o clube conseguiu efeito suspensivo na atual janela para transferências, a nova suspensão valerá durante todo o ano de 2015.

No último dia 2 de abril, a Fifa havia anunciado a punição ao Barcelona. De acordo com a entidade, o clube violou as regras de transações e a pena teria validade para as duas próximas janelas de transferências. Sem apontar nomes, o organismo avaliou que o time catalão infringiu as suas leis para prevenir o tráfico de menores em pelo menos 10 contratações.

O Barcelona prontamente entrou com um recurso e o pedido de efeito suspensivo, que acabou concedido ao clube. Assim, os catalães foram autorizados a realizarem contratações até que o caso fosse julgado. Eles aproveitaram bem o período e gastaram cerca de US$ 240 milhões em contratações como Cláudio Bravo, Ter Stegen, Vermaelen, Mathieu, Rakitic e, principalmente, Luis Suárez.

Nesta quarta-feira, no entanto, a Fifa finalmente anunciou o resultado do julgamento do recurso e manteve-se firme na decisão de manter a punição. O Barcelona ainda recebeu uma multa de 450 mil francos suíços (cerca de R$ 1,1 milhão) e terá 90 dias para "regularizar a situação de todos os jogadores menores de idade referidos".

A diretoria do Barcelona já prometeu levar o caso à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), afirmando que a decisão da Fifa é "uma afronta ao espírito de nossa Masia (como é conhecida a divisão de base do clube), um exemplo mundialmente reconhecido de educação acadêmica, humana e esportiva".

Leia tudo sobre: fifanegarecursobarcelonanaocontratar2015