Enfim, campeões são reconhecidos

Equipe estrelada não tinha dois atletas em uma mesma lista da seleção desde 2011

iG Minas Gerais | Bruno Trindade e Guilherme Guimarães |

Dupla entrosada. Everton Ribeiro e Ricardo Goulart curtiram o dia em que foram convocados para defender a seleção pela primeira vez
douglas magno
Dupla entrosada. Everton Ribeiro e Ricardo Goulart curtiram o dia em que foram convocados para defender a seleção pela primeira vez

Não tinha jeito de continuar assim. Como a ideia das seleções nacionais é reunir os melhores atletas de um país, era difícil imaginar que nenhum atleta do Cruzeiro, melhor time do Brasil, atual campeão brasileiro e líder da Série A em 2014 não tivesse sequer um representante na seleção brasileira. Essa injustiça, que vinha ocorrendo desde o ano passado, foi desfeita ontem, com o técnico Dunga anunciando a convocação de Everton Ribeiro e Ricardo Goulart.  

O chamado dos dois atletas celestes coloca fim a um “jejum”: desde 2011, quando Fábio e Henrique foram lembrados, o clube não tinha dois atletas convocados numa mesma lista. Outros jogadores cruzeirenses também mereciam uma chance, como Fábio e Dedé, porém eles terão que esperar as próximas convocações.

Preterida por Felipão, a dupla celeste convocada ontem vem se destacando muito para não ser lembrada. Everton Ribeiro foi o craque do Campeonato Brasileiro de 2013, o atleta que mais driblou os adversários e um dos que mais deram assistências. Neste ano, o meia tem feito menos gols, mas segue com jogadas rápidas e deixando os colegas na cara do gol.

Desde o ano passado, Goulart tem se destacado pela força física, pelas arrancadas, pela presença de área e pelo faro de gol. Neste ano, ele se tornou o artilheiro isolado do torneio com nove gols. Os feitos de ambos foram considerados mais do que suficientes por Dunga e por boa parte da imprensa, que questionava a não convocação dos jogadores celestes.

Com passagens pela seleção de base e campeão Sul-Americano em 2009, o camisa 17 festejou demais uma chance na equipe principal. “Agora é mostrar meu futebol em campo e corresponder às expectativas do Dunga. Tenho que fazer o mesmo que faço pelo Cruzeiro. Vai dar tudo certo. Estou preparado e confiante para o desafio”, disse Ribeiro.

Goulart revela estar vivendo um sonho em sua primeira convocação. “É uma sensação única. Sempre sonhei com isso. Nunca peguei nenhuma seleção de base, e hoje estou na principal. Chegou a hora de vestir a camisa da seleção e desempenhar um bom papel”, afirmou Goulart.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave