Conduta é questionada há anos

A farmacêutica Pfizer enfrentou processos por testes experimentais com um antibiótico durante um surto de meningite em 1996 na Nigéria

iG Minas Gerais | Andrew Pollack |

Nova York. Existem algumas controvérsias sobre testes de drogas na África, com críticos dizendo que os participantes ajudam a desenvolver drogas que, ao chegarem ao mercado, não serão acessíveis em países pobres. O ZMapp ia ser fornecido gratuitamente para os estudos, e é cedo dizer quanto custaria se fosse comercializado.  

A farmacêutica Pfizer enfrentou processos por testes experimentais com um antibiótico durante um surto de meningite em 1996 na Nigéria. Onze crianças morreram. Cinco receberam a droga. A Pfizer negou irregularidades e disse que as mortes foram causadas pela doença.

Arthur L. Caplan, diretor da divisão de ética médica no Langone Medical Center da Universidade de Nova York, disse que drogas experimentais contra o ebola provavelmente fariam pouca diferença no atual surto e que os recursos seriam mais bem gastos na tentativa de se acabar com a epidemia, usando-se quarentenas e outras medidas de saúde pública. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave