1001 Festas cresce com ‘espírito festivo’

Contra perspectivas negativas da economia, empresa espera um crescimento de 8% em 2014

iG Minas Gerais | Janine Horta |

Variedade.  Thiago Almeida, um dos sócios, revela que o mix de produtos nas lojas chega a 10 mil
MOISES SILVA / O TEMPO
Variedade. Thiago Almeida, um dos sócios, revela que o mix de produtos nas lojas chega a 10 mil

As previsões de crescimento da economia podem não ser boas, mas nem por isso as pessoas deixarão de comemorar aniversários, dançar em festas juninas, pular Carnaval, enfeitar a casa para o Natal ou réveillon. Foi assim que os proprietários da 1001 Festas, que inaugurou a sétima loja no Shopping Contagem na semana passada, enxergaram no segmento uma perspectiva de constante crescimento, que se confirma até hoje. A empresa espera fechar bem o ano, com 8% de crescimento em relação a 2013. E no ano passado já havia crescido bastante – 12% em relação a 2012.  

A história começou na década de 1950, quando o fundador da empresa Délcio Almeida, 65, que ainda trabalha com os filhos Délcio Filho, Thiago Almeida, Leonardo Almeida e Davi Almeida no gerenciamento das sete lojas, começou o negócio em uma banca de cereais na antiga Feira dos Produtores que funcionava no bairro Lagoinha, em Belo Horizonte, e que depois se mudou para a Central de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa).

Aos clientes, além de alimentos, gostava de oferecer sempre adornos para festas, dependendo da data comemorativa do momento, como confete, serpentina, bandeirinhas de festas juninas.

Com o passar do tempo, os enfeites foram ganhando mais espaço na banca, competindo com os alimentos e, então, Délcio Almeida resolveu sair da Ceasa e abriu, em 1986, sua primeira loja no centro de Belo Horizonte, na Rua Goitacazes, esquina com Avenida Olegário Maciel. O gosto pelas festas acabou levando o empresário a investir cada vez mais nesse segmento, e o mix de produtos foi sendo ampliado: copos, pratos, guardanapos e enfeites de todo tipo, decorados para todo tipo de ocasião. “Era um mercado praticamente inexistente na capital mineira. Viemos crescendo ao longo do tempo de acordo com a demanda”, explica Thiago Almeida, 34, responsável pela loja do Shopping Contagem.

Expansão. A loja gerenciada por Thiago no mais novo shopping de Contagem tem 800 m² e é a sétima da rede. A escolha do ponto foi feita após ampla análise de que faltava esse tipo de comércio na região. Quanto à abertura de novas lojas, Thiago diz que é sempre sondado por clientes. “Mas tivemos muito trabalho e investimos bastante para abrir mais esse ponto. Vamos devagar”, diz, sem revelar o valor do investimento e o faturamento da empresa.

Público

Clientes. Os clientes da 1001 Festas são os consumidores comuns, que fazem festas em casa e escolas, por exemplo. Mas também há empresas como bancos e concessionárias, que celebram datas com funcionários.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave